A Paridade do Poder de Compra (PPC) é um dos vários conceitos dentro do campo da economia que serve para avaliar a situação econômica de um país.

Geralmente, uma pessoa comum não conhece esse conceito, sendo interessante para investidores institucionais ou que tenham interesse no ambiente econômico de um país.

Para quem faz análises macroeconômicas como uma forma de verificar se investir em um determinado país pode valer a pena, conhecer o PPC pode ser útil.

O que é Paridade do Poder de Compra (PPC)?

A Paridade do Poder de Compra (PPC), também chamado de Paridade do Poder Aquisitivo (PPA), é uma forma alternativa de avaliar a força da moeda de um país.

Geralmente, essa metodologia é usada como uma substituta da taxa de câmbio, principalmente para medir o poder de compra entre dois países.

Quem criou essa ideia foi o economista sueceo Gustav Cassel, que defendia que a taxa de câmbio de um país se desvaloriza na medida do aumento do nível dos preços.

O PPC, então, tenta medir o quanto em bens e serviços a moeda de um país consegue comprar, em termos internacionais, ou seja, comparada ao dólar.

Para que serve a Paridade do Poder de Compra (PPC)?

O PPC relaciona o poder aquisitivo de um indivíduo com o custo de vida do local em que ele vive, verificando se ele é capaz de comprar tudo que ele precisa para viver com seu salário.

Uma das principais utilidades do PPC se deve ao fato de que comparar o PIB (Produto Interno Bruto) de dois países em uma moeda não descreve prosperidade material.

A PPC então leva vantagem por ser capaz de considerar a diferença de rendimentos junto com o custo de vida do indivíduo. O que é algo um dado relevante por dois motivos:

  • Os preços dos bens e serviços não variam de forma uniforme, pois alimentos podem encarecer mais que o preço de imóveis; 
  • Os padrões de compra e os bens disponíveis não são os mesmos e nem estão disponíveis com a mesma demanda em todos os países.

Diferença entre PPC e Taxa de Câmbio

A diferença que o PCC e a taxa de câmbio real podem ter são bastante significativas, pintando um quadro bastante diferente da renda de um povo.

Por exemplo, um determinado país pode ter um PIB per capita de digamos 6000 dólares. No entanto, quando avaliamos o PPC, essa renda passa a ser de 9000.

Basta pegar países com economias contrastantes, como:

  • EUA possuem bens de consumo de luxo e de entretenimento baratos, mas serviços de saúde caros;
  • O Brasil possui serviços de saúde mais acessíveis, mas produtos industrializados tendem a ser bem mais custosos.

Isso significa, basicamente, que o custo de vida entre os dois países é bastante diferente.

A importância da Paridade do Poder de Compra (PPC)

Pelo fato de cada país ter a sua cultura que, por conseguinte, influencia na forma como a sua economia é estruturada, é necessário ter um indicador que leva em conta esses dados.

Analisar friamente dados brutos de geração de valor pode levar a graves enganos do que realmente significa viver em um determinado lugar do mundo.

Por exemplo, se a moeda de um país desvaloriza em relação a outra, isso pode ser apenas consequência do mercado internacional, e não significar de fato menos poder de compra.

Veja outros termos do mercado financeiro:

Mais acessados