O que é Ordem On-Stop?

O mercado de ações é muito atrativo. E ele tem atraído a atenção de cada vez mais brasileiros. Só que novos investidores desconhecem ferramentas como a ordem on-stop.

A verdade é que no ambiente da bolsa de valores é possível utilizar várias ordens que produzem efeitos diferentes e incrementam a estratégia do investidor.

Conhecer todas as ordens possíveis de serem utilizadas para comprar e vender ações podem tornar a experiência do investidor muito mais interessante.

O que é ordem on-stop?

A Ordem on-stop funciona como um gatilho que é acionado sempre que um valor determinado no preço de uma ação é alcançado.

Essa ordem não pressupõe uma compra imediata, e sim que algo deve acontecer assim que o valor alvo é atingido. No caso, tanto a venda quanto a compra de um ativo.

Na ordem on-stop é possível estipular um valor mínimo e máximo e a quantidade de ativos que serão comprados quando o gatilho for acionado.

Diferente das outras ordens, a ordem on-stop não fica registrada no book de ordens, pois de certa forma ela não é vista de fato como uma ordem tradicional.

Como usar a ordem on-stop

Uma ótima forma de usar a ordem on-stop é possuir uma estratégia bem definida de compra e venda de ativos. Mas para isso, é necessário acompanhar o mercado.

Ser capaz de prever o quanto as ações podem subir ou descer ao longo do dia é um conhecimento fundamental, que nem todos os investidores têm.

Acompanhar as empresas de perto e analisá-las individualmente é algo que pode ser feito usando estratégias como a análise fundamentalista e a análise técnica de ações.

Em outro espectro, a ordem on-stop também pode ser usada para proteger o investidor de desvalorizações muito bruscas causadas por um fato relevante.

Benefícios da ordem on stop

Ao programar a uma ordem on stop o investidor pode ficar mais tranquilo em relação a não perder oportunidades de venda ou de compra.

O fato é que o mercado é altamente dinâmico. É necessário muito tempo livre para acompanhá-lo de perto diariamente. Para aqueles que vivem disso, não é um problema.

Por outro lado, há muitas pessoas que apenas investem de forma passiva, ou mesmo usando estratégias de buy & hold. Esse tipo se beneficiará muito com a ordem on-stop.

Outros tipos de ordem

Como já falamos anteriormente, existem outras ordens que podem ser utilizadas para negociar ativos na bolsa de valores. Vamos falar das mais comuns:

  • Ordem casada: essa ordem funciona por meio de uma condição de compra ou venda casada a compra a ou a venda de outro ativo simultaneamente;
  • Ordem a mercado: escolhe-se o ativo e a quantidade e então a ordem é executada imediatamente pelo valor atual de mercado;
  • Ordem limitada: nessa ordem a o ato de comprar ou vender um ativo está atrelado a um valor máximo ou mínimo que deve ser alcançado exatamente;
  • Ordem administrada: quando a responsabilidade de decidir a melhor hora de comprar ou vender é terceirizada a corretora ou outro agente;

Por fim, vale lembrar que conhecer o maior número possível de ordens e saber como implementá-las é fundamental.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.