O que é Balanço patrimonial?

O Balanço Patrimonial (BP) consiste em um relatório que traz os bens, dívidas, investimentos e lucros de uma entidade, de modo a demostrar a sua saúde financeira em um período determinado, bem como sua situação contábil, fiscal e econômica.

Sendo assim, esse relatório é relevante quando se analisa qual é o itinerário das finanças de uma companhia (de onde o dinheiro vem e para onde vai) e para elaborar novas estratégias de crescimento.

Além disso, o Balanço Patrimonial serve de base para a tomada de decisões financeiras da empresa e para prestar contas aos seus investidores e demais pessoas interessadas.

Outro uso útil para o BP é a consulta na composição do planejamento tributário de uma companhia, ao discriminar detalhadamente quais são as cobranças de impostos e recolhimentos e pode apontar alguns meios para reduzir tais custos.

É comum às empresas divulgarem esse relatório a cada 12 meses, mas nada impede que tal documento seja elaborado com mais frequência, mesmo que para uso interno. A estrutura do documento segue a seguinte ordem: detalhamento dos ativos; detalhamento dos passivos; e o patrimônio líquido.

Para que o Balanço Patrimonial seja saudável, ele precisa ser equilibrado, isto é, é necessário que o total de ativos seja igual ao total de passivos. Desse modo, é preciso entender o que entra no BP de uma empresa:

   

ATIVOS

ATIVOS CIRCULANTES

ATIVOS NÃO CIRCULANTES

Todos os bens e direitos de uma empresa que apresentam alta liquidez e que podem ser facilmente convertidos em dinheiro no curto prazo, como estoque, matéria-prima, valores em crédito de curto prazo e contas a receber.

Abrange todos os bens e direitos de uma empresa não alienáveis no curto prazo, com baixa liquidez, ou seja, ativos que precisam ser mantidos na empresa por alguma razão por um período maior que um ano, a exemplo de maquinário, equipamentos, imóveis, patentes e investimentos para o longo prazo.

 


 

PASSIVOS

PASSIVOS CIRCULANTES

PASSIVOS NÃO CIRCULANTES

Todas as despesas de uma empresa que precisam ser quitadas no curto prazo, especificamente, dentro de um ano, tais como salários de funcionários, impostos, fornecedores e aluguel.

Abrange todas as despesas da empresa com prazo de vencimento superior a 12 meses, ou seja, as obrigações de uma companhia que devem ser quitadas e zeradas no longo prazo. Para exemplificar, é possível citar financiamentos, empréstimos, debêntures, provisões de Imposto de Renda, arrendamentos e participações societárias.

 

 

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

O valor contábil do PL resulta da diferença entre os valores de ativos e passivos de uma companhia e indica o retorno financeiro que proprietários e acionistas tiveram com os investimentos na empresa em um determinado período de tempo.


A partir do Balanço Patrimonial, é possível realizar inúmeras análises para medir a eficiência de uma empresa e a sua capacidade para gerar lucros aos acionistas. Com o relatório em mãos, pode-se obter os indicadores de renda, de liquidez e de dívidas.

Indicadores de Renda

Esses indicadores medem a capacidade de determinada companhia em gerar lucro. Como exemplo, destacam-se:

  • Giro de Ativos: para obter, basta dividir o valor das vendas pelo valor de ativo total;
  • Retorno sobre os Ativos (ROA): é preciso dividir o lucro líquido pelo ativo total;
  • Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE): divide-se o lucro líquido pelo patrimônio líquido.

Indicadores de Liquidez

Esses indicadores mostram valores que podem ser obtidos em pouco tempo e incluem:

  • Liquidez Corrente: basta dividir o ativo circulante pelo passivo circulante;
  • Liquidez Geral: soma-se o ativo circulante com o realizável no longo prazo; depois, soma-se o passivo circulante e o exigível no longo prazo; finalmente, divide-se o primeiro valor pelo segundo;

Indicadores de Dívida

Esses indicadores são essenciais, uma vez que medem o grau de endividamento de uma empresa:

  • Grau de Endividamento: divide-se o passivo pelo PL;
  • Endividamento: Divide-se o passivo total pelo ativo total.

Ao fornecer esses dados, o Balanço Patrimonial é um documento de extrema relevância não só para fins contábeis, mas para revelar como está a saúde financeira de uma empresa. Por isso, investidores devem analisar o BP para tomar decisões de investimento mais acertadas.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.