O que é Mercado Secundário?

A maioria dos investidores atua no Mercado Secundário, mesmo sem saber o que de fato esse mercado representa ou o que é.

Muitos outros indivíduos que querem começar no mundo dos investimentos também irão provavelmente atuar no Mercado Secundário a princípio.

O fato é que o Mercado Secundário é a porta de entrada para a maioria dos investidores, e onde a maior parte acaba permanecendo. Vamos nos aprofundar mais no conceito.

O que é o mercado secundário? 

No mercado secundário as negociações são feitas entre os investidores, e essas negociações acontecem principalmente na bolsa de valores

Nesse estilo de mercado há apenas a negociação de valores e ativos entre investidores por meio de um agente intermediário. 

Vale ressaltar que como é a lei da Oferta e Demanda que organiza esse mercado, muitas negociações podem não ter uma grande garantia contra perdas.

Diferença de mercado primário e secundário 

A principal diferença entre ambos os mercados é que no mercado primário o investidor negocia diretamente com as empresas que emitem os títulos.

Um exemplo bem notório disso é quando uma empresa decide fazer um IPO, os investidores que adquirirem as ações dessa forma, estão recorrendo ao Mercado Primário.

No mercado secundário, as negociações são feitas com ativos que já estão em circulação, negociados entre os próprios investidores pelo preço que melhor convier.

É bom ressaltar que o Mercado Secundário pode ser encontrado em ambientes mais regulados e em ambientes menos regulados. 

O melhor exemplo de mercado regulado, por sua vez, é a própria Bolsa de Valores, a B3. Por outro lado, um mercado menos regulado é o Mercado de Balcão .

Não é incomum, por exemplo, que algumas empresas e investidores queiram negociar seus ativos no Mercado de Balcão, visto que esse tem regras menos rigorosas.

Também é apenas no Mercado de Balcão que é possível encontrar alguns tipos de investimento, que de forma geral são mais arriscados.

Portanto, podemos assumir também que o Mercado Primário possui uma grande regulação governamental, enquanto o secundário é mais livre.

Como investir no Mercado Secundário?

Há várias formas de se investir no mercado secundário, porém, é muito importante que o investidor tenha uma conta em uma Corretora de Valores ou um banco de investimentos.

Por meio destes intermediários o investidor terá acesso a todos os produtos financeiros disponíveis e sendo negociados.

Alguns exemplos são:

No entanto, antes de investir, é de suma importância estar atento há algumas coisas como as taxas diversas do intermediário, o potencial de rentabilidade e a liquidez do investimento.

Algumas coisas que o investidor consciente pode ter em mente antes de investir:

  • Ter um planejamento financeiro pessoal;
  • Pesquisar a fundo os detalhes de cada investimento; 
  • Estudar o mercado e todas as suas opções de forma geral;
  • Usar metodologias de investimento como a Análise Técnica e Fundamentalista.

Também é importante tomar cuidado com cursos que ensinam como ganhar muito dinheiro em pouco tempo. O fato é que não existem investimentos milagrosos.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.