O que é Inflação?

O custo de vida, o preço dos objetos, serviços e o valor geral das coisas são afetados por uma série de fatores. Um dos principais é a inflação.

No entanto, a maioria das pessoas não compreende quais são as razões que causam o aumento ou a diminuição da inflação, ou mesmo se elas podem fazer algo a respeito.

Entender como a inflação funciona é fundamental para conseguir criar estratégias para combater as suas consequências.

O que é inflação?

A inflação trata-se de um reajuste nos preços dos produtos e serviços que é calculado baseando-se em diversos fatores, o principal deles é a oferta e a demanda.

Quando um produto se encontra em escassez no mercado, o seu preço tende a aumentar. Isso impede que o produto se esgote rapidamente e ocorra uma crise de estoque.

Isso significa que a inflação é um movimento natural do mercado, que ocorre sem a interferência de terceiros, como um simples mecanismo de defesa.

Por outro lado, agentes externos com grande capacidade de manipular o mercado também podem ser responsáveis pelo aumento da inflação.

O que causa inflação?

A oferta e a demanda por um produto ou serviço pode acontecer de forma natural, quando nasce um interesse dos consumidores. Seja por influência da moda ou outras causas.

No entanto, instituições grandes ou investidores com um grande poder financeiro podem criar distorções no mercado. Um exemplo é o Governo.

O governo e a política monetária

Uma das principais ferramentas que o governo tem a sua disposição é a política monetária empregada, que basicamente diz sobre a oferta e demanda da moeda corrente do país.

Não é incomum, por exemplo, que quando o governo precisa de dinheiro ele tenha que recorrer a impressão de moeda. A consequência disso é mais dinheiro circulando no país.

Com mais dinheiro circulando, este naturalmente perde o seu valor de compra, pois ele foi criado do nada, sem uma causa real. E é necessário implementá-lo na economia.

O resultado disso é que agora é necessário mais dinheiro para comprar os mesmos produtos e serviços anteriores à interferência do governo. Inflação gerada artificialmente.

As crises e a inflação

A política monetária do governo afeta a economia do país, mas grandes investidores podem afetar artificialmente o preço de determinados ativos com o seu poder de compra.

Com um grande poder aquisitivo, é possível acabar com o estoque de um determinado produto no mercado e depois monopolizar a sua venda. O que é uma prática desleal.

Também é possível criar falsas demandas com preços que não representam a realidade do mercado, ou com produtos e serviços que ninguém de fato está demandando.

As consequências destas distorções são as crises financeiras, que também podem ser vistas como bolhas financeiras. No mercado de imóveis, o nome é bolha imobiliária.

O grande problema acontece quando essas bolhas estouram, no momento que o mercado percebe que aquele agente estava mentindo e distorcendo dados financeiros e econômicos.

Nesse momento, o que antes era um problema setorial, pode se generalizar, afundando o país ou mundo em uma crise cujo principal termômetro é a inflação.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.