O que é Índice de Commodities Brasil (ICB B3)?

Para fazer um investimento é necessário ter dados disponíveis para uma análise concreta daquilo em que se quer investir. Seja renda fixa ou renda variável.

No caso da renda variável existem muitas opções interessantes no mercado. Uma delas são os Commodities. E para analisá-los existe o Índice de Commodities Brasil (ICB B3).

Um investidor consciente e responsável pesquisa muito bem sobre aquilo no que ele vai aportar o seu dinheiro para que ele não se arrependa de suas decisões depois.

O que são Commodities?

Em uma tradução livre, pode-se traduzir Commodities como “mercadorias”. E de fato, no início de sua história, era apenas dessa forma que esse ativo era negociado.

Hoje, o termo Commodity se refere a todo produto negociado na bolsa de valores que se trata de uma matéria-prima, ou seja, que não é industrializado.

São comercializados sacas, galões ou alguma outra forma de medida, dependendo do tipo de commodity. No caso, os commodities mais comuns são:

  • Petróleo;
  • Soja;
  • Café;
  • Milho;
  • Geração de energia;
  • Madeira;
  • Entre outros.

Vale lembrar que a produção de commodities segue uma lógica bastante sazonal, portanto os seus valores podem sofrer bastante oscilação ao longo do ano.

O que é o Índice de Commodities Brasil (ICB B3)?

Sabendo o que são os Commodities, vamos falar sobre o Índice de Commodities Brasil, o ICB B3. A função desse índice é mensurar o desempenho médio deste mercado.

E é muito útil para que os investidores vejam a situação real de cada um dos commodities ali exibidos, e entenda como se dá a sua valoração ao longo do ano.

No entanto, é importante lembrar que não são todos os commodities que se encontram representados no índice, visto que apenas os mais comercializados aparecem.

Para que um commoditie seja representado no índice, é necessário que ele tenha sido negociado pelo menos em 80% dos pregões.

História do Índice de Commodities Brasil (ICB B3)

O I CB B3 foi criado no ano 2000, quando o mercado de commodities no Brasil ainda não era tão elaborado e havia relativamente poucas negociações.

No entanto, de lá para cá o interesse no investimento em commodities aumentou de maneira muito grande e hoje trata-se de uma opção de investimento bem comum.

Em 2004, por exemplo, o índice chegou a casa de 10 mil pontos pela primeira vez. Um marco para a época. Porém, no ano seguinte, em 2005, alcançou 18 mil pontos.

Ou seja, no período de apenas um ano o interesse em commodities praticamente duplicou. No entanto, de lá para cá ele vem se mantendo estável.

Em 2020, em meio a crise do coronavírus, o ICB B3 bateu a casa de 29 mil pontos, sendo a sua maior alta até então.

Como investir no Índice de Commodities Brasil (ICB B3)

Em primeiro lugar é importante destacar que não existe nenhum investimento que baseou o seu rendimento diretamente na evolução do ICB B3.

A principal função do índice é orientar o investidor quanto aos melhores commodities. Para investir no produto de fato basta apenas ter uma conta em uma corretora de valores.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.