O que é Fundo Long & Short?

O investimento em Fundo Long & Short é um dos mais complexos do mercado financeiro, o que explica o fato de muitos investidores desconhecerem essa opção. Basicamente, um Fundo Long & Short acontece quando o investimento é realizado em pares, ou seja, dois ativos financeiros (o comum é um único par, mas há fundos com mais pares), de modo que o gestor consegue explorar a desvalorização em uma ponta, mediante a uma valorização no outro extremo, caracterizado uma balança entre os dois ativos.

Nesse sentido, os gestores esperam compor uma carteira capaz de se proteger das oscilações do mercado, pois a ponta comprada (long) tende a ter uma variação de preço mais favorável que a ponta vendida (short). O lucro da operação resulta na diferença de preços de compra e venda.

Sendo assim, em um Fundo Long & Short, é preciso comprar uma ação e vender outra, sendo que a realização dessa troca é intermediada pelo aluguel de ativos (alavancagem) e não na compra e venda de ativos em si.

Diante dessa estratégia, o gestor pode obter três resultados, sendo que o primeiro deles traz a valorização de ambas as ações, sendo que a posição long pode apresentar um resultado maior. O segundo resultado traz um cenário de desvalorização para as duas ações, com a posição long sendo menos penalizada. O terceiro resultado traz uma valorização para a posição long, enquanto a ponta short se desvaloriza.

Tal estratégia abrange diferentes abordagens da composição dos pares. O gestor pode compor o fundo com ações preferencias contra ordinárias, setor contra setor, duas empresas em um mesmo ramo (concorrentes diretos), empresas controladoras e controladas, apostar contra ou em favor de um índice de mercado, enfim, as possibilidades são muitas.

Os Fundos Long & Short podem ser Neutros (indicados para investidores mais conservadores, pois a exposição ao risco é limitada a 5% do patrimônio do fundo e com rentabilidade próxima ao CDI); e Direcionais (indicado para investidores arrojados, pois a performance do fundo se relaciona diretamente com a estratégia do gestor, sendo uma operação mais arriscada).

A principal vantagem desse investimento é a possibilidade de retorno a curto prazo, independente da performance do mercado, apesar de seus custos compulsórios, como a taxa de administração, de performance e cobrança de Imposto de Renda.

Por fim, essa estratégia ajuda a reduzir a oscilação negativa, já que, ao passo que um lado da certeira sofre perdas, o outro equilibra tais prejuízos.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.