Ações MGLU3

Magazine Luiza

Magazine Luiza SA

A Magazine Luiza é uma varejista que opera 1113 lojas físicas. Dona de marcas como Netshoes, Zattini, LogBee, Época Cosméticos, Estante Virtual, Consórcio Magalu, Logbee entre outras. Ver mais

Conheça a Magazine Luiza ações MGLU3

A Magazine Luiza é uma empresa de capital aberto que negocia suas ações na bolsa de valores brasileira, elas são negociadas sob o ticker MGLU3 na B3.

Indicadores MGLU3

  • CotaçãoR$ 4,63

  • P/L-522,37

  • LPA-0,01

  • P/VPA2,86

  • VPA1,62

  • DY0%

Escrito por:

Marcilio Lima

A Magazine Luiza atua, preponderantemente, no comércio varejista, por meio de lojas físicas, e-commerce e seu SuperApp, um aplicativo que oferece produtos e serviços da empresa, de suas controladas e, através da plataforma de marketplace, de parceiros comerciais (“sellers”).

Suas controladas, em conjunto, oferecem serviços de operações de empréstimos, financiamentos e seguros aos seus clientes. Sua sede social está localizada na cidade de Franca, no estado de São Paulo.

Alguns serviços oferecidos, além do varejo, são:

  • Consórcio Luiza, um sistema de consórcios da empresa;

  • Cartão Luiza, mediante cartões de crédito com a bandeira MasterCard;

  • Luizaseg, ramificação com o foco na distribuição de seguros;

  • Cliente Ouro, programa de fidelidade da empresa;

  • Dentre outros.

Além disso, a Magazine Luiza divide sua história em três ciclos: Novo Ciclo, Crescimento Sustentável e Transformação Digital.

Nesse último ciclo, a empresa vem trabalhando bastante com o omni-channel e entregas super rápidas (1h ou no mesmo dia). 

Esses pontos só são possíveis porque a empresa vem investindo em três pilares: tecnologia/digitalização, logística e experiência do usuário.

HISTÓRIA DA MAGAZINE LUIZA

A história da Magazine Luiza (ações MGLU3) começou em 1957, quando o casal de vendedores Luiza e Pelegrino Donato inauguraram uma pequena loja de presentes em Franca (SP), com o intuito de constituir um comércio que gerasse emprego para toda a família. 

O nome Magazine Luiza surgiu de um concurso cultural em uma rádio local criado pelos fundadores, tendo o nome Luiza sido inspirado em uma vendedora muito popular na cidade na época.

Porém, a empresa só foi expandir localmente o negócio quase 20 anos mais tarde, quando adquiriu as Lojas Mercantil, possibilitando a criação das primeiras filiais em cidades do interior de São Paulo. Nesse âmbito, em 1983 iniciou-se a expansão para cidades do Triângulo Mineiro (MG).

Agora, em 1991, inicia-se o Novo Ciclo. Nesse ano, a liderança da organização passou para Luiza Helena Trajano, sobrinha da fundadora Luiza Trajano Donato. 

Sob nova organização, as primeiras lojas virtuais da empresa foram inauguradas já no ano seguinte. Já em 1996, a rede chegou aos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul.

O final desse ciclo foi marcado pela criação da Luizacred, em parceria com o Itaú Unibanco (ações ITUB3, ITUB4), em 2001. 

Nesse mesmo ano, a rede Wanel, da região de Sorocaba (SP), foi adquirida. Continuando, o ciclo que se iniciou em 2002 foi batizado de Crescimento Sustentável. 

A primeira movimentação da empresa nesse novo período foi a aquisição da rede Lojas Líder, da região de Campinas (SP), em 2003.

Ainda nesse ano, a Magazine Luiza (ações MGLU3) foi considerada a melhor empresa para trabalhar no Brasil pelo Instituto Great Place to Work, sendo a primeira varejista do mundo a receber esse prêmio. 

No ano seguinte, as Lojas Arno, do Rio Grande do Sul (RS), foram adquiridas. Em 2005 foi criada a já citada Luizaseg, em sociedade com a Cardif, empresa do Grupo BNP Paribas. 

Também foram criadas a TV Luiza, a Rádio Luiza e o Portal Luiza. A empresa realizou a aquisição das redes Lojas Base, Kilar e Madol, nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Continuando com a expansão nacional, a Magazine Luiza chegou ao Nordeste em 2010, quando adquiriu a rede Lojas Maia, com 136 unidades. 

No ano seguinte, a empresa realizou seu IPO (Initial Public Offer, que se traduz na abertura de capital na bolsa) na BM&FBovespa, atual B3 (ações B3SA3)

Naquele mesmo ano ela adquiriu a rede Baú da Felicidade. O final do ciclo foi marcado pelo lançamento do Chip Luiza, voltado para clientes de baixa renda, em 2012, e pela criação do Luizalabs, em 2014.

O último ciclo da Magazine Luiza, Transformação Digital, começou em 2015, já com o lançamento da nova versão do aplicativo da empresa para mobile, além da implantação do Mobile Vendas em 180 lojas. 

O ano seguinte foi marcado pelo lançamento da plataforma de Marketplace no site da empresa, com cerca de 50 parceiros. Já em 2017, a companhia adquiriu a IntegraCommerce.

No ano de 2018, a Magazine Luiza virou Magalu. Sob o novo nome, o grupo adquiriu a startup de logística Logbee. 

Naquele mesmo ano, a empresa foi apontada como uma das mais inovadoras do Brasil pela revista americana Fast Company.

O ano seguinte começou com a aquisição da Netshoes, maior e-commerce esportivo do Brasil, e com a inauguração da milésima loja da empresa. 

Em 2020, a empresa adquiriu o marketplace de livros Estante Virtual, além de lançar o MagaluPay, nova funcionalidade do super aplicativo da companhia.

Em 2021, a Magalu (MGLU3) fez as aquisições de: KaBum!, Sode, Juni, Hub Fintech, Plus Delivery, Bit55, Jovem Nerd, SmartHint, Steal the Look, VipCommerce, Tonolucro e GrandChef.

FATOS RELEVANTES DA MAGAZINE LUIZA

A Magazine Luiza (ações MGLU3) tem como meta a aplicação integral dos recursos provenientes de incentivos fiscais em programas sociais focados em cultura, educação, saúde e/ou esporte. 

Além disso, a empresa compõe o ICO2, índice que reúne as empresas com as melhores práticas de monitoramento, gestão e transparência em relação à emissão de gases de efeito estufa na B3 (ações B3SA3).

 

Magazine Luiza na Bolsa de Valores

A Oferta Pública Inicial (IPO) das ações da Magazine Luiza foi realizado em 2011 e suas ações podem ser negociadas através das ações MGLU3, que são suas ações ordinárias.

Itens importantes a serem analisados para as ações da Magazine Luiza é o free float e o tag along.

O free float é o número de ações da Magazine Luiza que está em livre circulação no mercado. Quanto maior esse número, melhor, por que quanto mais ações disponíveis para negociação, aumenta o interesse de mais investidores, impactando a liquidez da companhia, e atualmente, 42,26% das ações MGLU3 de Magazine Luiza estão em livre circulação no mercado.

Já o tag along significa o direito, em caso de venda das ações do sócio controlador, de vender suas ações em conjunto, podendo receber os mesmos valores que o acionista majoritário em caso de tag along de 100%. No caso de MGLU3, o tag along é de 100%.

No ponto da governança corporativa, as ações MGLU3 estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, que representa o mais alto nível de governança corporativa. Por isso, Magazine Luiza possui uma série de práticas que devem ser seguidas para o aumento de transparência e coerência de informações e a proteção de seus acionistas, incluindo minoritários, sinalizando assim.

Como declarar ações MGLU3?

Para declarar as ações da Magazine Luiza no Imposto de Renda (IRPF), siga os passos:

  • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
  • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
  • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso de ações, escolha "105 - Brasil";
  • No campo do CNPJ, digite "47.960.950/0001-21";
  • Depois, em discriminação, coloque o código da ação e a quantidade de ações, por exemplo "MGLU3 - QUANTIDADE: 1000";
  • No final, coloque o valor total investido no campo "Situação em 31/12".

As ações da Magazine Luiza pagam dividendos?

Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos da Magazine Luiza na aba "dividendos" aqui na página da empresa.