O que é Ordem a Mercado?

Existem diversas ordens que podem ser anunciadas no mercado de ações. Ordens para comprar e vender um ativo. Uma delas é a ordem a mercado.

Infelizmente, a maioria dos investidores desconhece como a maioria das ordens funcionam, ou mesmo como elas podem ser úteis em diversas situações.

Conhecer cada uma das ordens que podem ser utilizadas ao se negociar na bolsa de valores pode tornar a estratégia do investidor muito mais eficiente.

O que é ordem a mercado?

Ordem a mercado é a ordem básica, na qual o investidor estipula o nome do ativo e a quantidade, e essa ordem é executada automaticamente, independente do valor.

Essa ordem serve tanto para a compra quanto para a venda. A maioria dos investidores faz uso da ordem a mercado quando já tem certeza do ativo que querem comprar.

Investidores que fazem day trade precisam dessa ordem, pois vender e comprar ações nos momentos mais propícios é algo que precisa de agilidade.

A única condição que prevê que a ordem a mercado não será executada, é se não houver demanda para a compra ou venda. Acontece com empresas de baixa liquidez.

Como usar a ordem a mercado

Fazer uso da ordem a mercado não tem mistério. Essa ordem, inclusive, pode ser facilmente executada usando uma ferramenta de home broker.

No entanto, por ser uma ordem de execução imediata, é muito importante que o investidor saiba bem o que ele está fazendo, para não se arrepender posteriormente.

Nenhuma ordem, uma vez executada, pode ser desfeita sem que o investidor corra o risco de sofrer algum prejuízo entre o momento da compra e da venda.

A ordem a mercado, por sua vez, pode ser compreendida como a ordem com o maior grau de risco. Em razão disso, vale ressaltar:

  • Estude o mercado e as empresas que se quer adquirir;
  • Se certifique do momento certo de vender e comprar.

Vantagens da ordem a mercado

A principal vantagem da ordem a mercado é que, se comparado a outras, ela é a mais fácil de ser entendida e executada, oferecendo ao investidor resultados imediatos.

Essa ordem também pode ser utilizada para experimentar o mercado fracionário, que onde se compra ações individualmente, não precisando ser em lotes de cem.

Para o investidor que está começando, usar a ordem a mercado é uma das melhores formas de experimentar a sensação de comprar e vender ações.

Outros tipos de ordem

Além da ordem a mercado, existem outras ordens que podem ser muito úteis para o investidor que sabe o que está fazendo. Veja algumas delas:

  • Ordem casada: funciona por meio de condições, ex: se uma certa quantia de ativos de uma empresa for vendida por um valor, ativos deve outra deve ser comprado;
  • Ordem on-stop: essa ordem estipula que uma a compra ou venda de uma ação deva ser executada quando esta atingir um valor estipulado;
  • Ordem limitada: serve para proteger o investidor estipulando um limite máximo e mínimo de valor, que se alcançado deve implicar na compra ou venda de um ativo;
  • Ordem administrada: esta ordem dá a corretora ou agente terceirizado o aval de comprar ou vender um ativo em uma certa quantidade na melhor hora.

Por fim, vale ressaltar que existem outras ordens, mas essas são as mais comumente utilizadas pelos investidores.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.