O que é Variância?

A variância é um conceito matemático muito importante que pode ser utilizado no contexto do mercado financeiro principalmente para se descobrir a volatilidade de ativos.

Já a volatilidade é uma característica muito importante ser analisada, ainda mais em investimentos de renda variável, sujeitos a tantas variáveis diferentes.

Vale lembrar que a variância, como um dado isolado, não pode ser utilizada para definir se um determinado investimento é bom ou ruim, mas ajuda a entender os seus riscos.

O que é Variância?

A variância é um conceito estatístico. Ela explica a distância que um valor médio tem do conjunto de dados que compõem esse valor.

Quanto mais distantes individualmente cada dado estiver do valor médio alcançado, maior será a variância encontrada, o que pode significar maior volatilidade.

Se, por exemplo, nós somamos os números 5, 12 e 15, nós temos o resultado de 32. Dividindo o resultado pelo número de dados, que são 3, temos o valor médio de 10,66.

Comparado ao valor médio, o 5 e o 15 se encontram mais distantes, ao passo que o 12 é o que mais se aproxima, significando que ele tem uma menor variância.

O conceito de variância, por conseguinte, pode ter um grande número de utilidades práticas, incluindo ajudar a entender melhor a dinâmica de um investimento.

O cálculo da variância

O conceito de variância não é complexo, entretanto, pode ser interessante visualizá-lo por meio de uma fórmula. Veja:

Variância = (X1 - Média)² + (X2 - Média)² + (X3 - Média)² / (n-1)

A letra X representa o valor individual que deve ser subtraído do valor médio. Lembrando que não existe um limite de comparações e é possível usar qualquer dado externo.

O resultado do valor individual é subtraído da média, elevado ao quadrado e somado com os outros dados. No final ele é dividido pelo número de elementos (n), menos 1.

Variância é igual a desvio padrão?

São de fato conceitos similares que utilizam de um cálculo parecido, no entanto, os seus objetivos são diferentes e são utilizados para finalidades distintas.

O desvio padrão, por exemplo, serve para descobrir os desvios da média de uma amostra de dados, para entender se o valor é confiável ou não.

Esse conceito pode ser bastante utilizado em pesquisas de opinião, grupos de controle e outras aplicações do tipo que requerem analisar vários dados diferentes.

Variância e o mercado financeiro

Por fim, a variância é um conceito muito importante no mercado financeiro, pois ela ajuda a definir as características de um investimento.

Na prática, existem dois tipos de pensamento relacionados a variância:

  • Uma grande variância indica que o investimento é ruim por ser arriscado;
  • Uma grande variância indica que o investimento é mais lucrativo.

Essas duas premissas não são excludentes, mas tratam-se apenas de um possível resultado de se investir em um ativo que tem uma grande variância.

Até porque, é necessário entender que o risco está totalmente relacionado com os ganhos, no entanto, não existem garantias na renda variável, por exemplo.

O que um alto grau de variância diz a um investidor é que o ativo em questão está sujeito a diferentes fontes de influência, ou que ele é muito dependente de um determinado fator.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.