O que é Seguro de Vida Resgatável?

Escrito por:

Marcilio Lima

O seguro de vida resgatável é uma outra opção de seguro de vida, uma alternativa ao seguro tradicional que a maioria das pessoas conhece.

Justamente por isso ele possui algumas diferenças e características que precisam ser analisadas antes de ser escolhido como a opção a se investir.

Entretanto, independente do seguro de vida escolhido, são inegáveis os benefícios e a importância de se ter um seguro de vida.

O que é seguro de vida resgatável?

O seguro de vida resgatável é um tipo de seguro de vida que se diferencia pelo fato de ser possível resgatar parte do dinheiro das mensalidades investidas.

De modo geral esse seguro oferece as mesmas garantias e vantagens do seguro de vida tradicional, ou seja, ele irá assegurar os beneficiários e o segurado no caso de um sinistro.

A possibilidade de resgatar parte do dinheiro pago ao seguro é útil para o caso do segurado ter uma necessidade financeira mais urgente, ou simplesmente desistir do seguro.

Características do seguro de vida resgatável

Assim como o seguro de vida tradicional, o seguro de vida resgatável funciona mediante o pagamento da mensalidade, um período de carência e uma reserva de valor. 

Todos são administrados pela seguradora, e o valor da reserva irá render de acordo com uma taxa estabelecida e acordada na hora da contratação.

Outra característica muito importante é o fato de que o segurador considera o segurado como tendo sempre a mesma idade e condição de saúde.

Na prática isso significa que o segurado não será surpreendido por uma alteração muito brusca no valor da mensalidade conforme ele fica mais velho ou sua saúde deteriora.

O único ajuste feito no valor pago à seguradora é aquele relativo à inflação. Isso significa que ao final de cada ano o valor da mensalidade é corrigido pelo IPCA.

Uma vantagem bastante interessante do seguro de vida resgatável é a possibilidade de fazer uma grande antecipação de uma vez só.

Isso pode ser interessante caso o indivíduo tenha grandes reservas financeiras e possa ser capaz de investi-las, já assegurando o seu futuro para quando já tiver mais idade.

Seguro de vida tradicional ou resgatável?

A resposta mais sensata seria: qualquer um deles, contanto que você contrate um. No entanto, é necessário observar as condições e objetivos de cada pessoa.

Primeiramente é importante deixar claro que o seguro de vida é fundamental caso a pessoa queira atingir algum desses objetivos:

  • Garantir apoio financeiro ao seu cônjuge caso o segurado venha a óbito;
  • Garantir o pagamento de custos relacionados a educação dos filhos;
  • Cobrir dívidas, impostos ou taxas que ficarem em aberto no nome do segurado.

Portanto, trata-se uma forma de administrar o próprio dinheiro de uma maneira responsável e demonstrando preocupação com quem se ama.

Entretanto, se o seguro de vida tradicional ou o seguro de vida resgatável é a melhor opção, é necessário analisar as condições de cada contrato, a cobertura e as finanças pessoais.

O período de carência, por sua vez, também é um dos pontos mais importantes que deve ser analisado antes de firmar um contrato de seguro.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.