O que é Risco Econômico?

Quando uma pessoa resolve investir o seu dinheiro, ela precisa contar com a possibilidade de estar correndo diversos riscos, e alguns destes os quais ela não tem controle nenhum.

Isso porque não importa o quanto precavido um investidor seja, sempre é possível se deparar com situações inesperadas. Uma delas é o risco econômico.

É claro que é possível mitigar as consequências de um risco econômico, mas não são todos os investidores que têm condição de fazerem isso.

O que é o risco econômico?

O Risco econômico é o risco que não está atrelado às conjunturas e configurações de um investimento, e sim ao cenário econômico de um país, que pode afetar os rendimentos.

Em outras palavras, o risco econômico está atrelado a decisões macroeconômicas ou em eventos de escala nacional, ou internacional que afetam a todos os investidores.

Isso acontece porque o mercado não é perfeito e não é apenas a lei da oferta e demanda que influencia nos preços e no valor dos ativos.

As causas do risco econômico

Existem muitos fatores que podem influenciar a economia de um país e criar uma situação de risco econômico. Algumas delas:

  • Mudanças na regulamentação governamental: sempre que o governo impõe novas leis ou regulamentações isso pode afetar os negócios;
  • Flutuações nas taxas de câmbio: uma moeda forte ou uma moeda fraca afetam a economia de forma direta, influenciando o poder de compra dos consumidores;
  • Condução da política monetária: de responsabilidade do banco central, a política monetária afeta diretamente a inflação de um país;
  • Condução da política fiscal: o desequilíbrio das contas públicas pode gerar um outro risco além do econômico, o “risco país”;
  • Instabilidade política: quando um país passa por instabilidade política ele se torna menos convidativo para investidores, o que causa fuga de capitais.

Vale ressaltar que outros fatores podem provocar uma variação brusca no valor de ativos de um país, como, por exemplo, os desastres naturais.

É difícil prever desastres naturais ou mesmo os seus danos e isso se configura como um risco econômico caso afete diretamente a cadeia produtiva e de consumo.

Diferença entre risco econômico e risco país

O risco econômico pode ser confundido com o risco país, visto que ambos são influenciados pela situação financeira, econômica, social e política de um país.

No entanto, eles possuem uma diferença fundamental:

  • A noção de risco econômico trata da possibilidade de ativos desvalorizarem em vista de eventos imprevistos, algo que pode ser revertido com o tempo;
  • O conceito de risco país trata do consenso que os investidores nacionais e internacionais têm de que um determinado país pode dar calote em suas dívidas.

Portanto, é perfeitamente possível que um país com um alto grau de risco país, faça seus investidores sofrerem com riscos econômicos diversos.

Por outro lado, um risco econômico não pressupõe um risco país, visto que o risco econômico pode ser observado em diferentes níveis.

Por fim, a melhor coisa que um investidor pode fazer é diversificar a sua carteira com investimentos em diferentes áreas, incluindo outros países.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.