O que é Mercado de Capitais?

A forma mais tradicional de se investir é por meio do Mercado de Capitais, presente em todos os países do mundo com uma economia aberta.

E justamente por isso, a sua contribuição para o bom funcionamento da economia de um país é fundamental. Sendo uma excelente forma de empresas e investidores lucrarem.

Por outro lado, antes de resolver se aventurar no Mercado de Capitais, é imprescindível entender como este funciona e se organiza.

O que é o Mercado de Capitais?

Podemos entender o Mercado de Capitais como sendo o ambiente onde empresas e investidores se encontram para negociarem seus interesses um no outro.

No caso das empresas, essas atuam no Mercado Capitais com a intenção de captar recursos financeiros para os seus projetos ou para pagar dívidas.

A forma como elas fazem isso é por meio da emissão de ações, debêntures ou Commercial Papers. Cada uma delas possui diferentes características.

Quanto aos investidores, estes atuam no Mercado de Capitais como a parte que financia os projetos das empresas adquirindo os ativos que essas comercializam.

A contrapartida desse financiamento é advinda da valorização do ativo adquirido, ou mesmo pelo direito de receber dividendos e participar das decisões da empresa.

O que se negocia no Mercado de Capitais?

Os principais ativos que se negociam no Mercado de Capitais, são:

  • Ações : papéis que representam uma fração da empresa e que pode ser adquirido em lotes de 100 ou de forma fracionada;
  • Debêntures : títulos de dívida que as empresas emitem com o objetivo de captar recursos para pagar algum projeto de expansão;
  • Commercial Papers : títulos de crédito privado de curto-prazo que servem para captar recursos para despesas pontuais.

Lembrando que não são todos os perfis de investidor que estão aptos a investirem em certos ativos. O ideal é que o investidor entenda bem o investimento que ele está fazendo.

Quem participa do Mercado de Capitais?

Você já sabe que o Mercado de Capitais possui a participação do investidor e das empresas, no entanto, existem outros agentes essenciais.

Para que tanto as empresas quanto os investidores consigam negociar com segurança e eficiência, é necessário que também haja a participação das seguintes instituições:

  • Bolsa de valores : a bolsa de valores é o ambiente onde ocorrem as transações de ativos, no caso do Brasil, a responsável por isso é a B3;
  • Corretoras de valores : existem muitas opções de corretoras de valores, e são elas quem fazem o intermédio das negociações entre empresas e investidores;
  • Bancos : um dos maiores e principais agentes econômicos do país e da economia, os bancos participam de todas as etapas do Mercado de Capitais;
  • Comissão de Valores Mobiliários (CVM): é a instituição responsável por manter as regras e o bom funcionamento do Mercado de Capitais.

Como investir no Mercado de Capitais?

Por fim, para investir no Mercado de Capitais basta apenas ter uma conta em uma corretora de valores cadastrada para atuar na B3.

Alguns cuidados são pontuais, como: escolher o investimento de acordo com o perfil do investidor e usar metodologias como a Análise Fundamentalista e a Análise Técnica.

E é claro que, no fim das contas, é muito importante que o investidor tenha recursos financeiros para não passar por nenhum aperto.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.