O que é Índice de Energia Elétrica (IEE)?

Investir na bolsa de valores é uma decisão de investimento que precisa ser muito bem embasada em dados e informações precisas da realidade do mercado e das empresas.

Uma forma de fazer isso é consultando índices que agreguem as melhores ações de acordo com um critério específico. Um destes índices é o Índice de Energia Elétrica (IEE). 

O Índice de Energia Elétrica, resumidamente, agrega as ações das empresas de energia mais importantes do mercado. Mas quais são os critérios? Vamos mais a fundo.

O que é o índice de Energia Elétrica (IEE)?

O Índice de Energia Elétrica lista os papéis das empresas que operam no segmento de fornecimento e distribuição de energia que melhor desempenham de forma geral.

Este índice é curado pela B3, a bolsa de valores brasileira e atualizado quadrimestralmente. Por listar apenas empresas do segmento de eletricidade o IEE é um Índice Setorial.

Características do índice de Energia Elétrica (IEE)

A principal característica do Índice de Energia Elétrica (IEE) é o fato de que ele avalia as ações das empresas de acordo com o seu retorno total.

O retorno total, por sua vez, pode ser resumido no retorno que é possível adquirir não apenas de dividendos, mas também da valorização do ativo.

Portanto, não basta que a empresa seja uma boa pagadora de dividendos. Ela também precisa ter um grau de valorização consistente para aparecer no índice. E vice-versa.

Alguns outros critérios que a B3 utiliza para escolher os papéis são os seguintes:

  • Ações apenas de empresas listadas na B3;
  • É necessário que o papel da empresa tenha sido negociado em 80% dos pregões;
  • A presença em 80% dos pregões precisa ter por pelo menos 2 negociações;
  • Papéis com valor inferior a R$ 1 estão excluídos;
  • BDRs não são aceitos no índice;

As empresas não podem estar em recuperação judicial ou regime especial.

História do Índice de Energia Elétrica (IEE)

O Índice de Energia Elétrica já existia antes mesmo da B3 se tornar a única e principal bolsa de valores do Brasil, ainda quando era chamada de BM&F Bovespa.

Sua criação se deu em Agosto de 1996, e já naquela época listava as principais empresas do ramo de eletricidade, algumas das quais se encontram no índice até hoje.

Também vale ressaltar que o Índice de Energia Elétrica foi o primeiro índice setorial de uma bolsa de valores brasileira. Hoje, no entanto, já existem vários outros.

Investir no Índice de Energia Elétrica (IEE)

Não é possível investir diretamente no Índice de Energia Elétrica (IEE), por se tratar apenas de uma carteira teórica de ações e não existir nenhum produto financeiro baseado nela.

Por outro lado, utilizar este índice para avaliar individualmente as empresas que o compõem é uma excelente tática que o investidor consciente deveria seguir.

Nenhum investimento deve ser feito sem o devido estudo. Principalmente quando se decide investir em renda variável, e especificamente em ações de empresas.

Estudar individualmente as condições de cada uma das empresas que compõem o índice vai fazer com que o investidor tome uma decisão muito mais consciente.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.