Garantia Cruzada é uma operação que consiste em colocar em garantia algum bem que ainda está em pagamento. Um exemplo fácil de ser compreendido é oferecer o veículo pessoal como garantia em um financiamento residencial, porém o automóvel ainda não foi quitado.

Qualquer bem ou propriedade pode ser objeto de uma garantia cruzada, como carros, casas, terrenos, mercadorias, imóveis, estabelecimentos comerciais, entre outros.

Sendo assim, a propriedade em uma Garantia Cruzada fica em evidência duas vezes, na dívida inicial e como bem a ser tomado, caso a dívida subsequente não for efetivada, ou seja, se houver inadimplência.

Geralmente, essa negociação acontece com o intermédio de uma instituição financeira, como bancos, e haverá monitoramento referente ao avanço de qual patamar está o pagamento do bem inicial.

Se essa propriedade ou pertence estiver em estágio inicial, a entidade financiadora pode não aceitar a garantia, devido ao risco do movimento. Em contrapartida, se o pagamento estiver em estágio avançado, é uma opção a ser considerada para agilizar negociações.

Veja outros termos do mercado financeiro:

Mais acessados