O que é Contratos Futuros?

Existem muitos tipos diferentes de investimentos, sejam da renda fixa, que são os mais tradicionais ou os da renda variável. Um destes investimentos são os contratos futuros.

Investir em contratos futuros não é algo que investidores inexperientes consigam fazer sem correrem risco, e muitos de fato não entendem do que se trata esse mercado.

A verdade é que os contratos futuros possuem características diferenciadas que precisam ser compreendidas antes que o investidor resolva alocar dinheiro para esse tipo de ativo.

O que são contratos futuros?

Os contratos futuros são acordos de compra ou venda de ativos por um preço fixado no presente de negociações que se concretizarão em uma data futura.

Em outras palavras, a pessoa que compra um contrato futuro está negociando a opção de vender ou comprar um ativo por um preço pré-determinado, na data combinada.

Isso significa que se o ativo valorizar ou desvalorizar até a data estipulada do negócio, o acordo entre as partes segue pelo preço combinado, ignorando as flutuações do mercado.

Essa dinâmica, por sua vez, requer do investidor uma grande capacidade de ler o mercado e uma segurança financeira para se resguardar contra imprevistos.

Diferente de se avaliar o papel de uma empresa, analisar um contrato futuro requer um conhecimento mais abrangente do mercado daquilo que está sendo negociado.

Vale destacar que os ativos que mais comumente se negocia em um contrato futuro, são:

  • Dólar: significa negociar uma taxa de câmbio futura baseada na moeda americana;
  • Commodities: podem ser agrícolas, minerais ou de recursos energéticos;
  • Juros: se firma uma aposta na taxa de juros futura do país;
  • Ações: pode-se comprar as ações de uma empresa no futuro por um preço pré-estabelecido.

Vantagens dos contratos futuros

Os contratos futuros podem ser muito vantajosos para aqueles investidores que são mais bem informados a respeito do mercado do ativo que eles estiverem negociando.

Isso porque, sendo capaz de prever os movimentos do mercado com mais precisão, é possível comprar ativos por um preço abaixo do mercado e faturar com sua venda.

Também é interessante o fato de que não existe correção de juros, o preço estipulado durante o firmamento do contrato é o preço que será praticado na negociação.

As opções do que se pode negociar também ajudam o investidor, servindo os que são melhores em analisar os fundamentos das empresas e os que entendem mais de dados macroeconômicos.

Operar contratos futuros no ambiente da B3, por sua vez, é a forma mais segura de investir no mercado, pois existe um respaldo tanto para o vendedor quanto para o comprador.

Desvantagens dos contratos futuros

Não se pode deixar de lembrar que contratos futuros são investimentos de renda variável de alto risco e que, mesmo aqueles que conseguem ler o mercado, podem errar.

Também não existe qualquer tipo de respaldo ou baliza contra perdas, visto que o valor estipulado por um ativo no contrato, deve ser respeitado durante a negociação.

Isso significa que se o investidor colocou o seu dinheiro em um ativo esperando sua valorização e o oposto ocorreu, não há nada a se fazer, além de arcar com a perda.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.