Contas a pagar é um dos vários termos utilizados dentro do contexto contábil e administrativo, e que no caso faz referência aos débitos da empresa.

A utilização deste termo tem grande importância dentro do contexto organizacional, principalmente no que diz respeito à organização financeira.

Entretanto, quem não entende de contabilidade ou não tem experiência com empreendedorism o, pode não saber o significado disso.

O que é contas a pagar?

As contas a pagar são todas as dívidas que uma empresa tem. Seja com fornecedores, judiciais ou mesmo com clientes que não se sentiram satisfeitos com o produto ou serviço.

As contas a pagar podem ser eventuais ou recorrentes. Entretanto, a característica mais importante é a de que as contas a pagar estão no futuro.

Contas a pagar possuem uma data de validade que deve ser respeitada, pois caso haja atraso, pode haver a incidência de multa e juros sobre o montante total.

Também é muito importante ter o controle a respeito de quais são as contas a pagar e os seus valores. Isso ajuda a empresa a ser melhor administrada.

O que são os credores das contas a pagar?

As empresas ou pessoas a quem uma companhia deve quantias monetárias, são chamados de credores. Eles possuem o direito garantido por lei de receberem de quem os deve.

Cada credor, todavia, irá fornecer condições diferentes aos seus devedores. Alguns podem oferecer mais tempo, outros podem cobrar juros maiores, como é o caso dos bancos.

Negociar as contas a pagar

Para que não seja necessário atrasar as contas a pagar, uma empresa pode optar por negociá-las com os seus devedores. Essa negociação pode resultar em:

  • Mudança do dia de pagamento;
  • Adiamento do pagamento das dívidas;
  • Redução ou isenção de juros e multa;
  • Outras condições de pagamento, seja a prazo ou com desconto à vista.

A administração financeira de uma empresa é muito dependente do seu fluxo de contas a pagar, que precisa ser controlado para que a empresa não tenha dificuldades.

Toda boa administração procura diminuir as suas contas a pagar, seja reduzindo o número de fornecedores, cortando gastos supérfluos ou conseguindo melhores acordos comerciais.

Entretanto, outra forma de reduzir as contas a pagar é incrementando as suas contas a receber, que trata-se do fluxo de caixa que entra na empresa pelas vendas.

Contas a pagar e contas a receber

Se existem as contas a pagar, também há o conceito de contas a receber, que trata-se do seu contraponto. Uma não pode existir sem a outra e ambas se completam.

Enquanto as contas a pagar se referem a dívidas futuras com uma data previsível, as contas a receber se referem a dívida que outras empresas têm com essa.

As contas a receber, por sua vez, são advindas de vendas feitas a prazo, seja por pagamento em boleto ou mesmo as parcelas de uma compra feita no cartão de crédito.

O objetivo de qualquer empresa é manter um fluxo saudável de contas a pagar e receber, de preferência com mais contas a receber do que a pagar.

Veja outros termos do mercado financeiro:

Mais acessados