O que é Capital Financeiro?

Capital financeiro é um dos termos mais utilizados no contexto de negócios e quando se fala sobre investimentos também. Todavia, sua definição pode ser um pouco abrangente.

Há muitos tipos de capitais e, por isso, muitas pessoas acabam tendo dificuldade para definir o que seria o capital financeiro, o que ele representa de fato.

Saber reconhecer o que é capital financeiro é uma habilidade básica que todo investidor deve ter e, portanto, é útil tanto para quando se planeja empreender ou investir.

O que é capital financeiro?

O capital financeiro são todos os ativos que podem ser transformados em dinheiro. Não importa se estes ativos são de renda fixa ou renda variável.

Para negociar capital financeiro, existe um ambiente apropriado para isso, que é o mercado financeiro. Nele há regras e fiscalização para que as negociações ocorram com segurança.

Geralmente as pessoas que possuem ativos considerados como capital financeiro, estão buscando rendimentos a curto, médio ou longo prazo.

Para que serve o capital financeiro?

O capital financeiro movimenta a economia de um país, pois ele pode ser utilizado para diversos objetivos diferentes dentro do mercado financeiro.

Isso acontece porque os ativos que são adquiridos no mercado financeiro direcionam o recurso dos investidores para o financiamento de atividades empresariais.

Há ativos no mercado financeiro que podem ser adquiridos e cujos recursos serão destinados a financiar a operação dos bancos, do agronegócio e até de empresas privadas.

De forma geral, o capital financeiro pode ser resumido em três pontos básicos, são eles:

  • Possibilitar o fluxo da economia de um país;
  • Conectar investidores e tomadores de crédito;
  • Alavancar o crescimento econômico mais rapidamente.

Exemplos de capital financeiro

Há muitos exemplos de capital financeiro. Veja alguns que entram na categoria de renda fixa:

  • LCI e LCA: Letra de crédito Imobiliário e Letra de crédito do Agronegócio, são ativos que servem para financiar ambas as áreas;
  • CDBs: Têm a finalidade de financiar as atividades bancárias do país, o que inclui principalmente a capacidade de fazer empréstimos;
  • Tesouro Direto: É uma forma de financiar aquilo que o governo promete fazer, como fornecer educação, saúde e segurança;
  • Ações: É uma parte de uma empresa privada que pode ser adquirida e que serve para financiar o seu crescimento.

Vale destacar que um investidor pode ter os seus recursos financeiros pulverizados em diferentes ativos do capital financeiro, visto que a diversificação é a melhor estratégia.

A importância do capital financeiro

Todo país possui um ambiente para negociar o capital financeiro. A bolsa de valores, por exemplo, é o mais conhecido, é nela que as empresas privadas buscam recursos.

Por outro lado, o capital financeiro também pode ser negociado de forma privada diretamente entre duas partes, sem a ingerência ou fiscalização de terceiros.

Independente da forma como o capital financeiro troca de mãos, não há como uma economia sobreviver sem ele. É o capital financeiro que possibilita a prosperidade.

Se uma empresa privada ou mesmo o governo são capazes de oferecer soluções de qualidade para seus clientes, tornando melhor a sociedade ou a sua comunidade, isso é graças ao capital financeiro.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.