O que é ADR (American Depositary Receipt)?

Você sabe o que é uma ADR? Você sabe como adquirir uma ADR ou para que ela serve? A realidade é que existem muitos tipos diferentes de investimentos hoje em dia.

ADR, por conseguinte, não é um investimento disponível facilmente para investidores brasileiros, porque se trata de um produto americano.

Por outro lado, empresas brasileiras podem se beneficiar e fazer uso dela para adentrar o mercado norte-americano e conseguir se expor a investidores internacionais.

O que é ADR?

ADR é a sigla para American Depositary Receipt (Depósito de Recibo Americano), que é um ativo que negocia ações de empresas de fora dos EUA, na bolsa americana.

Isso significa que é possível adquirir ações de empresas como a Petrobras, o Banco do Brasil ou a Vale, por meio das bolsas americanas, tal como a NASDAQ ou a NYSE.

A primeira vez que um ADR foi comercializado aconteceu na década de 20 na NYSE. A intenção era permitir que empresas estrangeiras participassem do mercado americano de ações.

Os benefícios de uma ADR

Não é uma tarefa fácil uma empresa abrir seu capital diretamente na bolsa de valores dos Estados Unidos, e é por isso que os ADRs foram criados.

Para as empresas estrangeiras, ser negociado na bolsa de valores americana representa um alto nível de prestígio, o que pode atrair a atenção de grandes investidores.

Como uma ADR funciona?

Em primeiro lugar é importante esclarecer que não são as empresas estrangeiras que comercializam suas próprias ações na Bolsa de Valores americana. 

Para isso ser feito, é imprescindível que haja um custodiante intermediário. Esse custodiante, geralmente, é algum banco nacional americano. 

Esse banco então adquire várias ações das empresas estrangeiras (com ou sem a sua anuência) e as comercializa em um lote, que são as chamadas ADRs.

O valor das ADRs é definido pelos próprios bancos. São eles que estipulam quantas ADRs equivale, em valor, a uma ação da empresa. De forma resumida, uma ADR pode ser:

  • Uma fração de ação, se por acaso o valor da ação original for muito grande;
  • Uma ação única, caso o valor da ação original ser bem estipulado;
  • Um lote de ações, caso as ações da empresa original tenham um valor pequeno.

O ideal é que o valor de uma ADR seja equilibrado, não sendo nem baixo demais que possa gerar desconfiança, e demasiadamente alto, dificultando o acesso a pequenos investidores.

Níveis de uma ADR

As ADRs não são iguais, na realidade elas são divididas em três níveis diferentes de exigência e conteúdo. Veja cada um dos níveis:

  • ADR de Nível 1: Não necessita de dados financeiros e são negociadas no mercado de ações, sem precisar emitir novas ações;
  • ADR de Nível 2: Precisam acompanhar dados financeiros, mas ainda não necessitam ser novas;
  • ADR de Nível 3: Além dos dados financeiros, as ações também precisam ser novas e publicamente ofertadas na bolsa de valores.

A existência de níveis diferentes para ADRs se dá porque algumas empresas não conseguem, ou não querem, cumprir exigências mínimas de transparência de informações.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.