Ações AES Brasil Energia AESB3

AES Brasil Energia SA

A AES Brasil (ações AESB3) é a 3ª maior companhia privada de geração de energia do país. Representando pouco mais de 2,2% da capacidade total instalada no Brasil, com 12 grandes usinas hidrelétricas localizadas na região central e noroeste do estado de São Paulo. Ver mais

Conheça AES Brasil Energia ações AESB3

AES Brasil Energia é uma companhia de capital aberto que negocia suas ações na bolsa de valores brasileira, elas são negociadas através do código AESB3 na B3.

CNPJ

PÁGINA NA B3Ver site ⇨

FUNDADO

IPO

VALOR MERCADO

PÁGINA DE RIVer site ⇨

SITE OFICIALVer site ⇨

A AES Brasil (ações AESB3) é uma geradora de energia elétrica a partir de matrizes 100% renováveis no Brasil. Em geral, a companhia atua na geração de energia através dos modais hidroelétricos, eólico e solar por meio de plantas de geração de energia presentes em diversas localizações do território nacional. Sendo assim, a AES Brasil (ações AESB3) visa expandir-se na atividade de geração de energia fundamentada na sustentabilidade, para tanto a companhia, adicionalmente à geração apenas, atua no desenvolvimento de soluções e tecnologias, de grande e pequeno porte, a serem empregadas em prol do aumento da eficiência de seus serviços.

Em virtude de suas boas práticas de sustentabilidade nos negócios e de governança corporativa, as ações da AES Brasil constituem índices relevantes de referência em sustentabilidade no mercado de capitais brasileiro. Além disso, a companhia possui, atualmente, destaque no ambiente de investimentos ESG (Ambiental, Social e Governança), cuja relevância tem se ampliado nos investimentos em ações.

História da AES Brasil

A atuação da AES Brasil no Brasil iniciou-se no ano de 1999, vale lembrar que o Grupo AES como um todo possui ampla presença mundial, entretanto a ênfase recairá sobre as operações brasileiras, sobre a atual denominada AES Brasil, atuante no Brasil. Em virtude da cisão (separação/divisão) dos ativos da Companhia Energética de São Paulo (CESP), ocorrida devido ao seu processo de privatização, o grupo AES adquiriu a Companhia de Geração de Energia Elétrica Brasil (uma das empresas controladas pela CESP), assim consolidando o início de suas operações no Brasil por meio da aquisição da companhia estatal. A partir da aquisição da companhia controlada pela CESP, a AES Brasil obteve uma infraestrutura de 12 usinas de geração hidroelétrica. Entretanto, devido à uma reestruturação da AES, tal companhia passou a ser controlada pela Companhia Brasiliana de Energia, holding controlada pela AES Corpo e pelo BNDES.

Adiante com as operações em geração de energia elétrica, a AES Brasil manteve-se empenhada tanto na operação de seu ativo de geração hidroelétrica quanto na negociação de contratos e de venda de sua energia gerada, quando necessário. Tem-se, como exemplo de adaptabilidade nas negociações, o início no ano de 2012 da estratégia de negociação para comercializar a maior parcela disponível da energia gerada pela companhia no Ambiente de Contratação Livre (ACL), em virtude do vencimento de um contrato que viria a ocorrer em 2015 e possuía a AES Eletropaulo como contraparte. Por isso, nota-se a capacidade da AES Brasil (AESB3) em adaptar-se às novas condições e possibilidades de mudanças futuras em sua atuação.

No ano de 2011, a companhia adentrou na geração de energia através de um modal que abrange a geração hidrelétrica, por meio da conclusão da construção de uma usina PCH (Pequena Central Hidroelétrica) em São João da Boa Vista (SP). Apesar de utilizar o mesmo princípio de geração hidrelétrica, as usinas tipo PCH possuem um menor impacto ambiental devido ao seu menor porte e à menor área necessária para utilização como reservatório. Tal marco na trajetória da AES novamente torna a explicitar seu compromisso com a geração sustentável de energia elétrica, através das abundantes fontes renováveis existentes no Brasil.

Adicionalmente às usinas PCH, tanto a fonte de geração solar quanto a fonte de geração eólica tornaram-se parte dos ativos de geração elétrica da AES Brasil em 2017. A geração solar tornou-se parte do portfólio da companhia através da aquisição do Complexo Solar Boa Hora, entretanto houve investimentos e aquisições em anos posteriores no modal de geração solar. Enquanto que a geração eólica tornou-se abrangida pela empresa através da aquisição do Complexo Eólico Alto Sertão II. A partir deste ponto, apesar dos investimentos ocorridos posteriormente, a AES Brasil já estava inserida no agregado das modalidades de geração elétrica nas quais atualmente opera suas atividades, ou seja, já possuía atividades de geração hidroelétrica, solar e eólica.

Vale destacar que, no ano de 2015, ocorreu uma reestruturação societária na companhia, entre a AES Brasil S.A e sua respectiva controladora, a Companhia Brasiliana de Energia. Neste evento, a AES Brasil incorporou a companhia AES Rio PCH Ltda e, em virtude da reestruturação ocorrida, a nomenclatura conferida ao conglomerado resultante foi AES Brasil Energia S.A.

AES Brasil nos dias de hoje

Hoje, a AES Brasil (ações AESB3) operacionaliza atividades de geração de energia elétrica através de fontes 100% renováveis no território brasileiro. O consolidado de suas fontes de geração elétrica inclui os modais hidrelétrico (através de usinas de grande porte e pequeno porte (PCH)), eólico e solar. Em geral, a companhia possui plantas de geração com razoável diversificação regional, conforme entende existir potencial para geração elétrica em suas atuais localidades. Logo, a operação da AES no Brasil possui ativos de geração de eletricidade localizados nos estados de São Paulo, Bahia e Rio Grande do Norte.

Inicialmente, a infraestrutura de geração hidroelétrica, sendo a principal responsável pelo total de energia gerada pela AES Brasil, localiza-se integralmente no estado de São Paulo. Dentro do território de São Paulo, a companhia possui um total de 12 usinas hidrelétricas, incluindo as Pequenas Centrais Hidrelétricas, que geram menos impacto ambiental. Em prol do melhor aproveitamento da correnteza do Rio Brasil, 5 das usinas hidrelétricas foram instaladas no decorrer do Rio. Entretanto, a usina Água Vermelha, localizada no Rio Grande, é a maior usina controlada pela AES Brasil e responde por parte majoritária da energia gerada pela empresa, respectivamente 59% da energia assegurada pela AES Brasil.

Ao passo que, na modalidade eólica, a companhia opera o Complexo Eólico Alto Sertão II. Localizado no estado da Bahia, o Complexo mencionado contém 15 parques de geração eólica. Finalmente, a AES opera a geração solar através de 2 respectivos complexos de geração.

AESB3 na Bolsa de Valores

O IPO das ações de AES Brasil Energia foi realizado em 2001 e suas ações podem ser negociadas por meio das ações AESB3, que são ações ordinárias.

Itens importantes de analisar para as ações de AES Brasil Energia é o free float e o tag along.

O free float é o percentual de ações da empresa que está em livre circulação na bolsa de valores, então quanto maior esse número for, melhor, pois quanto mais ações disponíveis para negociação, aumenta o interesse de mais investidores, impactando a liquidez da empresa, e atualmente, 54.68% das ações AESB3 de AES Brasil Energia estão em livre circulação no mercado.

Já o tag along significa o direito, em caso de venda das ações do sócio controlador, de vender suas ações junto, podendo receber os mesmos valores que o acionista majoritário em caso de tag along de 100%. No caso de AESB3, o tag along é de 100%.

Em termos de governança corporativa, as ações AESB3 estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, que representa grau máximo de governança corporativa. Por isso, AES Brasil Energia possui uma série de práticas que devem ser seguidas para o aumento de transparência e coerência de informações e a proteção de seus acionistas, incluindo minoritários, assim caracterizando.

Dividendos AESB3

Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos de AES Brasil Energia na aba "dividendos" aqui da página da empresa.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.