Indicadores da MCD

Confira os fundamentos das ações MCD

Indicadores de valuation

  • DY2,32%

  • P/L23,04

  • P/VP-40,97

  • LPA11,92

  • VPA-6,7

  • PSR7,69

  • P/EBIT16,41

  • EV/Ebit19,44

  • EV/Ebitda16,68

Indicadores de rentabilidade

  • C. RECEITA 5A3,93%

  • C. LUCRO 5A7,41%

  • ROE-44%

  • ROIC30,73%

  • Giro ativos0,48

  • Margem bruta57,01%

  • Margem ebit46,84%

  • Margem líq.33%

Indicadores de endividamento

  • Liq. corrente0,83

  • Dívida liq / pl0

  • Dív. liq / ebitda2,6

  • Pl / ativos-0,09

Dividendos da MCD

Confira a agenda e histórico de dividendos das ações MCD

MCD - Ação

Confira os detalhes das ações MCD

O QUE O MC McDonald’s (MCD) faz

McDonald’s, ações MCD, é a maior rede de fast-food do mundo. Estima-se que mais de 68 milhões de pessoas são servidas em seus restaurantes por dia. Há, aproximadamente, 38.700 pontos de venda da rede de fast-food distribuídas em 119 países.

Vende-se 190 hambúrgueres por segundo em suas lojas franqueadas. Apesar de ser onipresente, a marca se expande a cada segundo, ao abrir uma nova franquia a cada 10 horas. Oito de seus maiores mercados possuem mais de 1000 lojas (Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, Canadá, França, Brasil e Reino Unido).

Os estabelecimentos do McDonald’s são todos padronizados com serviço de balcão, menus e Drive-Thru. Geralmente, os restaurantes são cobertos e trazem algumas mesas ao ar livre. Em cidades maiores, ainda há o playground para crianças. Devido à parceria que a marca possui com a Coca-Cola, a bebida é amplamente distribuída e comercializada em restaurantes do McDonald’s.

Seus hambúrgueres são famosos no mundo todo. Os mais notáveis deles são: Big Mac, McChicken, Cheddar McMelt, McFish, Big Tasty, Cheeseburguer e Quarteirão com Queijo. Esses preparados podem ser encontrados em qualquer lugar do mundo (exceto Índia, onde os hambúrgueres são feitos à base de frango, pois a vaca é considerada animal sagrado nesse país) e são grandes geradores de receitas para a marca.

Para as crianças, deve-se mencionar o famoso McLanche Feliz (ou Happy Meal). Outros itens famosos de um tradicional cardápio do McDonald’s são: Breakfast Menu, McFeast, McRib, Chicken McNuggets, Grilled Chicken Salad, Big N Tasty, McFlurry (sorvete), One Dollar Menu e o McWrap.

Além dos famosos hambúrgueres, o restaurante serve uma variedade de itens, que vão de petiscos às saladas e sobremesas. Além disso, o McDonald’s se adequa às questões culturais regionais, comercializando produtos exclusivos para tal país ou região, como é o caso do burrito, no México; gaspacho, na Espanha; McLobster, nos Estados Unidos; McEspaguetti, nas Filipinas, isso apenas para citar alguns.

O McDonalds, por meio do McCafé, comercializa produtos consumidos em um café da manhã rotineiro, como diferentes tipos de cafés, roscas, donuts, croissants, muffins, bagel, cookies, panquecas, bolos e tortas. Além disso, nas lojas convencionais de McDonald’s, há sorvetes, nuggets, smoothies, milk-shakes e menus selecionados com bebidas, hambúrguer e acompanhamento.

A marca McDonald’s é uma das mais valiosas do mundo. O mais importante, porém, não é o seu valor de mercado, mas a sua presença na vida das pessoas. Apesar de ter sido alvo de críticas e protestos ao redor no mundo, a marca McDonald’s é amada por muitos e é considerada como um porto seguro aos viajantes que não querem se arriscar com a comida local. Não importa o destino, sempre haverá um McDonald’s próximo de você.

BREVE HISTÓRIA DO MCDONALD’S (MCD)

A marca McDonald’s, stock MCD, já é parte da cultura do mundo globalizado, sendo símbolo do próprio processo de globalização, pois está presente em quase todos os lugares do mundo, por mais remotos que sejam.

É preciso voltar para 1937 para entender como tudo começou. Os responsáveis pela criação da marca foram os irmãos Richard e Maurice McDonald. Eles abriram um pequeno restaurante Drive-In, na cidade de Arcádia, na Califórnia, como o objetivo de vender cachorro-quente.

Em 1940, eles se mudam para outra cidade da Califórnia, San Bernardino, e inauguram o MCDONALD’S BAR-B-Q, um restaurante diferenciando, onde os garçons serviam a comida de patins e a especialidade era churrasco. Em 1948, os irmãos perceberam que a maior parte do lucro vinha dos hambúrgueres, em um menu de 25 itens. Então, eles decidiram reformular o negócio familiar mais uma vez.

Entre as mudanças, estava a eliminação dos talheres por itens descartáveis, eliminação do serviço de terceiros (fazendo com que os clientes verbalizassem os pedidos sem atendimento de recepcionistas) e reformulação do cardápio com os itens: hambúrguer, cheeseburguer, milk-shake, batata frita, refrigerantes, cafés e pedaços de torta.

Nesse período, o sistema Speedee Service System foi adotado, cuja meta era estabelecer uma única tarefa para cada funcionário e, no final, o serviço sairia completo. Esse sistema visa tornar o atendimento rápido com custos reduzidos.

Em 1953, o logotipo em forma de “M” que formam dois arcos começava a chamar a atenção das pessoas e a marca começou a se popularizar rapidamente. No ano seguinte, 1954, Ray Kroc, que vendia milk-shake, visitou um dos restaurantes da franquia e se impressionou com o estilo e modo de produção.

Ele propôs aos irmãos vender a marca para fora dos estados de atuação, Califórnia e Arizona, e levar o restaurante a lugares diferentes. O único pedido dos irmãos era que o padrão fosse mantido, tanto no ambiente quanto nas refeições servidas.

Ray Kroc abriu o seu restaurante em Des Plaines, no estado de Illinois, em 1955, e, por muito tempo, esse foi considerado o primeiro McDonald’s. Quando Ray Kroc começou a abrir franquias pelos Estados Unidos, a marca já tinha 15 anos. Isso foi ignorado por muito tempo.

Em 1960, Kroc compra a franquia dos irmãos McDonald (eles não tinham o objetivo de expansão) por US$2,7 milhões, aproximadamente. Em 1967, já existiam quase mil restaurantes em funcionamento no país e os primeiros McDonald’s além da fronteira, começavam a ser abertos no Canadá e em Porto Rico. Em 1968, é vendido o primeiro Big Mac.

Rapidamente, a marca McDonald’s alcançava grandes feitos: em 1971, a marca chega ao continente asiático, ao abrir um restaurante em Tóquio, mesmo ano em que chegou à Europa (primeiramente na Holanda, depois na Alemanha e França); em 1974, chegava em Londres; em 1988, abria a sua loja número 10.000; em 1990, chega à China; em 1992, abre um restaurante com 700 lugares, o maior do mundo, na China; também em 1992, ao abrir uma franquia em Casablanca, Marrocos, a marca chega à África; em 1993, o segmento McCafé é inaugurado; em 1996, a merca é comercializada dentro na Disney e mercado indiano.

A partir de 2003, devido às mudanças de mentalidade da população mundial, a marca começou a ser severamente criticada por tudo que representava e foi alvo de diversos boicotes e reinvindicações. Isso aconteceu especialmente aos malefícios que a comida servida nos seus estabelecimentos poderia causar, impactos ambientais e críticas relacionadas com obesidade infantil.

O valor de mercado decaiu 9%. A marca passou por um processo de reformulação, acatando as solicitações da sociedade. Nesse momento, saladas, legumes, frutas passaram a integrar os menus McDonald’s, bem como informar o consumidor sobre os componentes nutricionais de seus produtos.

Atualmente, a marca procura conquistar os públicos que aparentemente seria impossível conquistar: o vegano e o vegetariano, desenvolvendo produtos como o McVegan e o Big Vegan TS. A marca quer mesmo conquistar os mais variados gostos e estilos de vida.

Declarando MCD no imposto de renda

Confira o passo a passo de como declarar as ações MCD no IRPF

  • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
  • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
  • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso de ações, escolha "249 - Estados Unidos";
  • Depois, em discriminação, coloque o código da ação, a quantidade de ações e o preço pago em dólar, por exemplo "MCD - QUANTIDADE: 1000 - USD$ 1000";
  • No final, coloque o valor total investido em reais no campo "Situação em 31/12".