O que é Data Com e Data Ex e sua importância para os investidores de longo prazo

O que é Data Com e Data Ex e sua importância para os investidores de longo prazo

Essas datas determinam quando o investidor terá direito ou não aos proventos, sejam eles dividendos ou juros sobre capital próprio. Além disso, determinam também outros direitos como subscrição, desdobramento ou agrupamento.

Diariamente nossa equipe é abordada pelos investidores com uma uma série de dúvidas importantes relacionadas com essas datas:

  1. Quais são suas principais características?
  2. O que acontece se comprar depois da data ex?
  3. Qual sua influência na análise fundamentalista?
  4. Você que é investidor de longo prazo deve se preocupar com elas?

Para responder essas perguntas e esclarecer este conceito, montamos esse artigo especial. Lembre-se que o nosso papel é descomplicar sua análise fundamentalista!

E nosso maior compromisso é ajudar a tornar você um investidor independente e consciente de suas próprias decisões.

Neste artigo você aprenderá:

  • O que é data ex e Data com
  • Como saber a data com das ações
  • Impactos dos dividendos na compra após a data ex
  • Exemplo prático

O QUE É DATA EX E DATA COM

A data com também pode ser chamada de "com-dividendos", "data-base" e "data de custódia". Ela representa o último dia que o acionista deve ter posição na empresa para poder ter o direito de receber alguns direitos, a depender da ocasião.

Mas que direitos são esses?

Isso pode variar, pois existem diferentes tipos de data com. Por exemplo, para ter o direito de receber dividendos, o acionista deverá ter ações da empresa na data com.

Já a data ex é o primeiro dia útil depois da data com. A partir desse dia, o investidor que comprar a ação não terá mais direito aos proventos, ou aos outros direitos anunciados anteriormente pela companhia.

COMO SABER A DATA COM DAS AÇÕES

Embora seja uma prática frequente nas empresas da bolsa de valores, a data com não é fixa e varia de empresa para empresa. Para que você não precise se preocupar em ficar procurando essas datas, disponibilizamos em nosso site as datas de todas as empresas:

Data dos próximos proventos

Para visualizar a data dos próximos dividendos que serão pagos pelas empresas, acesse: Agenda de Dividendos

IMPACTOS DOS DIVIDENDOS NA COMPRA APÓS A DATA EX

Embora a data ex seja um limite sobre os lucros já anunciados que serão distribuídos, não se trata de algo que vale por tempo indeterminado.

Na prática, apesar dessa limitação pontual, você receberá normalmente os lucros futuros que possam vir a ser distribuídos caso a ação seja mantida no longo prazo.

Mas quem entra depois pode deixar de receber determinados dividendos, certo? Sim. Mas isso não faz muita diferença, pois este valor é descontado do preço da ação, afinal o dinheiro sai da empresa.

Mas por que os dividendos são descontados no preço da ação?

Antes de responder à pergunta, é importante compreender a razão de os dividendos serem descontados no preço da ação. Para explicar esse ponto, vou aproveitar uma metáfora bastante rural: imagine que você é um pecuarista e tem uma vaca que custa R$ 20.000,00.

Imagem pecuarista e sua vaca dividendos

Alguns meses depois, seus empregados avisam que a vaca está prenha de um bezerrinho. Você concorda que, agora, o preço da vaca subiu um pouco? Afinal, o preço dela é composto pelo seu preço intrínseco (o preço da vaca), adicionado ao preço do bezerro.

Se o bezerro custar R$ 3.000,00, isso significa que o preço do conjunto, agora, é R$ 23.000,00. No dia em que a vaca o parir, o bezerro será retirado dela e, com isso, o preço da vaca cai de R$ 23.000,00 para os R$ 20.000,00 originais.

O mesmo ocorre com os dividendos.

Digamos que você tenha ações da Eletropaulo, cotadas a um valor de R$ 30,00 por ação. A empresa anuncia o pagamento de gordos dividendos no valor de R$ 3,00 por ação.

No dia "com", que é o último dia em que alguém deve ter ações da empresa para receber os dividendos. O dia seguinte é a data "ex" dividendos, a partir da qual alguém que investiu na empresa não tem mais direito aos dividendos. Assim como alguém que compre a vaca um dia antes dela parir por R$ 23.000,00, terá direito a vaca e ao bezerro. Quem comprar a vaca no dia seguinte, pós parto, terá direito somente sobre a vaca, não sobre o bezerrinho, logo a vaca volta a valer os R$ 20.000,00. Assim acontece com uma ação ao pagar dividendos.

Essa data equivale ao dia do nascimento do bezerrinho; como os dividendos não serão pagos para ninguém mais além dos que tinham ações da companhia no dia anterior, os dividendos são descontados do preço da ação.

A ação estava cotada a R$ 30,00 e os dividendos correspondiam a R$ 3,00, então a ação agora passou a ser negociada a R$ 27,00.

EXEMPLO PRÁTICO

Vamos pensar no exemplo o Itaú Unibanco (ITUB3).

Imagem logo Itaú Unibanco

Essa empresa já anunciou que irá pagar R$0,015 de dividendos no dia 04/05/2020. Para que você possa recebê-los, você deverá comprar as ações até a data com que, no caso, é no dia 31/03/2020.

Ou seja, o acionista que comprou a ação a partir do próximo dia útil não recebeu esse dividendo de R$ 0,015 por ação. Simples, não é?

Na prática, isso têm pouca influência estratégica para os investidores que visam o longo prazo. Isso porque eles adquirem as ações através de bons fundamentos e as mantêm por longos períodos de tempo.

Importante: investir no longo prazo é ter na carteira somente as melhores ações, fazendo aportes regulares e contando com o poder dos juros compostos para fazer seu patrimônio se multiplicar.

Para você que deseja ter somente as melhores ações, montamos esse artig o Aprenda o que é e como fazer Buy and Hold: a estratégia fundamentalista usada pelos investidores mais ricos do mundo

CONCLUSÃO

Embora o conceito seja simples de entender, aproveitamos a oportunidade para nos aprofundar.

Caso este artigo tenha sido útil a você, pedimos somente que compartilhe com pessoas queridas e que continue acompanhando o Análise de Ações. Em caso de dúvidas, basta deixar nos comentários.

Ir para o topo da página