Ações BrasilAgro AGRO3

BrasilAgro Companhia Br. de Prop. Agr.

A BrasilAgro (ações AGRO3) é uma empresa do setor do agronegócio. Ela realiza aquisição, desenvolvimento, exploração e comercialização de propriedades rurais para a agropecuária. A partir do momento da aquisição, a empresa busca implementar culturas de maior valor agregado. Ver mais

Conheça BrasilAgro ações AGRO3

SEGMENTO Agricultura

CNPJ

PÁGINA NA B3Ver site

FUNDADO

IPO

VALOR MERCADO

PÁGINA DE RIVer site

SITE OFICIALVer site

A BrasilAgro (ações AGRO3) é um dos maiores donos de terras agricultáveis no Brasil, focada na aquisição, desenvolvimento, exploração e comercialização de fazendas com capacidade para a agropecuária. A empresa adquire fazendas com capacidade de geração de valor, através da manutenção do ativo e do desenvolvimento de atividades agropecuárias rentáveis.

A partir da compra das fazendas, dar início ao processo de transformação dessas propriedades, implantando-se culturas de maior valor agregado, como a soja, cana-de-açúcar e milho, por exemplo, e investindo em infraestrutura e tecnologia de ponta. De acordo com a estratégia, quando o valor das propriedades rurais atingir o retorno desejado, é realizada a venda para garantir o ganho de capital.

Desde o início das operações em 2005, foram adquiridas 14 propriedades rurais, sendo que quatro fazendas já foram vendidas. O plano de negócios da BrasilAgro considera a valorização das propriedades rurais como o principal vetor de retorno financeiro. A BrasilAgro tem a visão que o valor de uma fazenda está relacionado à geração de caixa por unidade de área. Nesse sentido, buscam maximizar o retorno sobre os investimentos por meio de:

Reconhecer, comprar, implantar culturas de alto valor agregado e vender as propriedades rurais com alto potencial de valorização; e otimização do rendimento e da produtividade de suas fazendas por meio da implementação de tecnologias e técnicas agrícolas de excelência.

Logo, a BrasilAgro busca uma gestão ativa de suas operações agrícolas, somando retorno imobiliário e operacional, reduzindo os problemas climáticos e agronômicos através da diversificação geográfica e produtiva das propriedades rurais.

A BrasilAgro hoje

Fundada por grandes visionários em 2005, a BrasilAgro tem sido destaque na gestão empresarial no setor agrícola brasileiro, desde então é reconhecida pela inovação e pioneirismo.

Tendo a terra como seu maior bem, a estratégia de negócio da BrasilAgro consiste na aquisição de terras, na sua transformação através do aumento da infraestrutura e do cultivo de lavouras de alto valor agregado e na venda dessas propriedades com alto retorno.

A BrasilAgro é direcionada pelo crescimento da produção agrícola, o qual está ligado 46% ao crescimento em área e 54% ao aumento de produtividade segundo dados da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO), essas duas frentes de crescimento sempre foram o foco da BrasilAgro.

A BrasilAgro deu início a suas atividades, investindo R$730 milhões para adquirir 300.288 hectares de terras no Brasil e no Paraguai. Já realizando a transformação e a venda de 84.958 hectares, os quais foram suficientes para produzir o montante de R$925 milhões de reais.

Foram investidos R$ 267 milhões no desenvolvimento de 131.200 hectares, sendo que na safra de 2019/2020 a companhia cultivou mais de 153 mil hectares.

Como estratégia de redução de riscos climáticos e de culturas, a BrasilAgro está bem diversificada geograficamente, estando presente em 7 estados brasileiros e no Paraguai, onde produzem 6 culturas diferentes.

A BrasilAgro, se distancia das demais do setor agro, especialmente devido a suas práticas de inovação (controle climático com estações meteorológicas digitais para tomada de decisão de quando e quanto irrigar, biofábricas para a produção de inimigos naturais de insetos pragas, reduzindo a utilização de produtos químicos) e alta produtividade (controle de qualidade de operações, o uso de sistemas de irrigação, acompanhamento climático, drones e imagens de satélite para auxiliar entre outras práticas a estimativa de produtividade).

Tendo como principal fator para a geração de valor de suas propriedades o crescimento mundial da área plantada de grãos, o qual é influenciado pelo crescimento da população mundial, que aumenta constantemente a demanda por grãos, assim como a própria rentabilidade de cada fazenda impulsiona a sua valorização.

A compra de áreas agrícolas vem se provado ser um ativo resiliente, com rentabilidade de 148,1% nos últimos 10 anos, ganhando do Ibovespa com 22,6% de valorização nesse mesmo período, e praticamente se igualando ao CDI com valorização de 151%, e ficando atrás apenas da valorização do dólar, 194,2%.

A BrasilAgro distribuiu uma média de 4,9% de dividendos nos últimos 4 anos(2017-2020), apesar de não existir uma política de dividendos definida, a empresa pretende manter a recorrência no pagamento de dividendos e na apresentação de resultados operacionais consistentes.

Pretendendo garantir resultados consistentes, a empresa está focada em dois pontos: uma gestão eficiente do seu portfólio, com integração lavoura/pecuária, arrendamento de áreas maduras e uso de maquinário terceirizado em todas as etapas de produção; o segundo ponto é maximizar a produtividade, utilizando ferramentas e equipamentos modernas, tecnologia de ponta, aplicação de soluções que aumentam a produtividade e reduzem custos.

A história da BrasilAgro

A BrasilAgro nasce inovadora, sendo o primeiro IPO (Oferta Pública Inicial) de um plano de negócio, o qual foi realizado em maio de 2006 na Bovespa, com o código AGRO3, e captou 583 milhões de reais, auxiliando a empresa a colocar o seu plano em prática.

A partir de seu IPO a BrasilAgro realizou a aquisição de 14 propriedades agrícolas, bem diversificadas geograficamente, realizando a sua transformação, sendo que na safra de 2019/20 a empresa cultivou 151 mil hectares e 21,5 mil cabeças de gado, sendo avaliada em R$ 1,5 bilhões de reais.

Mantendo a marca do pioneirismo, a BrasilAgro foi também a primeira empresa brasileira do agronegócio a listar ADRs (American Depositary Receipts) na NYSE (New York Stock Exchange) em 2012, com o código LND. Esse passo, denota a maturidade que a BrasilAgro alcançou, e busca aumentar sua exposição de investidores.

A ideia era aumentar a liquidez das ações, visto que o mercado de ações americano tem um número maior de investidores interessados em small e midcaps. Sem falar que, o mercado americano é pobre de empresas com exposição real à agricultura.

Outro ponto que torna os ADRs da BrasilAgro atrativos para os investidores estrangeiros é que agora eles podem investir em terras brasileiras sem correr risco de problemas políticos.

Quando AGRO3 paga dividendos?

Para saber quanto e quando BrasilAgro paga dividendos, você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos na aba "dividendos" aqui da página da empresa.

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.