FIIs TORD TORD11

Tordesilhas EI FII

Conheça Tordesilhas EI FII fii TORD11

O Tordesilhas EI FII é um fundo imobiliário de capital aberto negociado na bolsa de valores brasileira, suas cotas são negociadas através do ticker TORD11.

TIPO Papel

SEGMENTO Híbrido

CNPJ

PÁGINA NA B3Ver site ⇨

MANDATO

GESTÃO

PÚBLICO

O TORD11 é um fundo imobiliário do tipo híbrido, ou seja, esses tipos de fundo presentes no mercado realizam investimentos em mais de uma categoria de ativos. Desse modo, os fundos imobiliários híbridos tendem a possuir um menor nível de risco devido a sua diversificação. Conheça agora um pouco mais sobre o fundo TORD11.

Como citado, o Tordesilhas EI FII é um fundo do tipo híbrido, e se tratando desse tipo de fundo, seus rendimentos são alocados em diferentes aplicações, se tratando de investimentos no mercado imobiliário. Mas antes de conhecermos os ativos que compõem o TORD11, devemos compreender um pouco mais sobre o que é um fundo híbrido e seu funcionamento.

Também chamados de fundos mistos, os Fundos de investimento imobiliário híbridos oferecem oportunidades atraentes de investimento devido a sua diversificação entre vários segmentos e ativos, podendo proporcionar ao cotista tanto a geração de resultados para distribuição de rendimentos mensais quanto a valorização das cotas no longo prazo.

Os FIIs deste tipo podem investir em diferentes segmentos de modo a alcançar uma maior rentabilidade, podendo ser formados por exposições em cada um dos setores imobiliários, ou em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) ou Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), além de poder adquirir cotas de outros fundos imobiliários. Essa característica de se expor a vários segmentos pode-se tornar interessante para aqueles que pretendem conseguir um equilíbrio de risco e diversificação, mas ainda sim, apresentando perspectivas positivas de rentabilidade devido à variedade em seu portfólio.

Em resumo, os FIIs Híbridos podem ser compostos por:

  • Imóveis físicos para renda - Propriedades adquiridas para locação;
  • Certificado de recebíveis imobiliários (CRI), Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), Letras de crédito imobiliário (LCI) e Letras hipotecárias (LH);
  • Outras cotas de fundos imobiliários adquiridos na B3;
  • Empreendimentos futuros - Construção de imóveis para locação ou para venda.

Agora que sabemos como é e do que é composto um fundo imobiliário híbrido, conheceremos a composição do TORD11.

É comum ao TORD11, alocar maior parte do fundo em CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários), em outros fundos imobiliários e em equity, isto é, investimentos reais (imóveis, resorts, hotéis, etc.).

Com essa alocação, o Tordesilhas Ei Fundo de Investimentos Imobiliários busca obter ganhos sólidos acima do CDI.

O fundo imobiliário é um canal de investimento que oferece ao investidor comum a possibilidade de se tornar sócio de grandes ativos imobiliários dos mais diversos setores, e ao se falar de fundos híbridos, ele acaba por se tornar exposto em uma quantidade considerável de ativos, favorecendo a tão importante diversificação, a fim de reduzir riscos e eventuais perdas.

Dividendos TORD11

Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos na aba "dividendos" aqui da página da fii.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.