Ações Visa V

Visa é uma empresa americana de serviços financeiros, fundada em 1958. A Visa conecta consumidores, empresas, instituições financeiras e governos em mais de 200 países e territórios, o que lhes permite usar a moeda digital, em vez de dinheiro e cheques. A empresa facilita o processamento de transações em nome de instituições financeiras e comerciantes através da VisaNet. A Visa oferece às instituições financeiras uma bandeira de cartão de crédito, cartão de débito, pré-pago e também saques em caixas eletrônicos (por meio da rede Plus). Ver mais

Conheça Visa ações V

Visa é uma empresa de capital aberto negociada na bolsa de valores americana, suas ações são negociadas através do ticker V.

IRS 260267673

FUNDADO 1958 (há 64 anos)

IPO 2008 (há 14 anos)

PÁGINA NA NASDAQVer site ⇨

PÁGINA DE RIVer site ⇨

O QUE A VISA (V) FAZ

A Visa Inc. é uma multinacional norte-americana que opera no segmento financeiro. A sua sede é localizada no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. A empresa é responsável por criar uma rede que conecta milhões de pessoas, entre consumidores, instituições financeiras e empreendimentos, em mais de 200 países. O objetivo da Visa é substituir o dinheiro em espécie e cheques por um dispositivo plástico prático e funciona digitalmente.

É válido ressaltar que a Visa não concede crédito às pessoas e nem às empresas. O que a empresa oferece é uma bandeira de cartão de crédito, cartão de débito, cartão pré-pago e saques em caixas eletrônicos.

Sendo assim, a Visa revolucionou o modo de consumo das pessoas ao nível global, o que proporcionou um aumento na quantia de dinheiro que se gasta no ato de comprar, tamanha a praticidade. Pode-se afirmar que a Visa contribuiu com o aumento no consumo das pessoas nas últimas décadas. Desde pequenos itens do mercado, até grandes compras, as pessoas usam o cartão de crédito ou débito para efetivar a compra e efetuar o pagamento.

Há diversos tipos de cartão Visa, dependendo do poder aquisitivo do portador ou necessidade do cliente (pessoa física ou jurídica). Entre os mais famosos, está o Visa Infinite, que supre necessidades de clientes com alto poder aquisitivo, o qual oferece serviços de câmbio, seguro-viagem e seguro-transporte. O cartão Visa Classic é o mais tradicional e oferece serviços básicos. Há ainda, o Visa Traveler’s Check, para clientes que costumam viajar com frequência.

Com o Visa Buxx, cartão para adolescentes a partir de 13 anos, a Visa encoraja a educação financeira desde cedo. Como uma espécie de cartão pré-pago, os responsáveis carregavam o dispositivo com uma certa quantia e o menor pode fazer operações com o cartão e administrar o dinheiro.

Ainda, existem os cartões Visa Gift Card (para presentes), Visa Vale (para trabalhadores pagarem refeições e transporte), Visa TravelMoney (cartão recarregável para facilitar câmbio em viagens), Visa CheckOut (para pagamentos online) e o Visa Passfirst (pagamento de ingressos). Há ainda diversos outros cartões que encontram aplicabilidades específicas, tais como os cartões para servidores públicos dos Estados Unidos e cartões coorporativos. 

A Visa revolucionou o modo de comprar, receber pagamentos e efetivar pagamentos, revolucionando o setor bancário e financeiro do mundo todo. Estima-se que existem 3,3 bilhões de cartões Visa ativos atualmente e que 188,1 bilhões de transações financeiras são feitas anualmente com o sistema Visa. Os números impressionam e, em um mundo cada vez mais digital, a empresa pode ampliar esses indicadores exponencialmente, ao proporcionar formas de pagamentos práticas, simples, instantâneas e seguras.

BREVE HISTÓRIA DA VISA (V)

A jornada de uma das mais notórias marcas da atual geração inicia-se quando o Bank of America lançou o primeiro programa de cartão de crédito para a classe média e para comerciantes pequenos e médios em 1958. 

Os cartões eram de papel e o limite chegava até US$ 300. O cartão chamava-se BankAmericard. Para gerenciar as operações feitas com o novo cartão de crédito, o Bank of America criou o BankAmericard Inc., uma incorporação separada do banco.

Em 1973, as movimentações financeiras feitas com o cartão começavam a ser autorizadas eletronicamente, mediante a criação do sistema VisaNet. Para facilitar o gerenciamento dos cartões de crédito nacional e internacionalmente, cria-se o IBANCO em 1974. 

No ano seguinte, em 1975, o cartão de débito é inaugurado como um grande sucesso, por meio da criação do Visa Electron. Finalmente, em 1976, ocorre uma mudança no nome do cartão e o BankAmericard se transforma em Visa, um nome fácil para ser pronunciado em qualquer lugar do mundo.

A marca oficial Visa faz, em 1979, seu primeiro lançamento de sucesso, o cartão Visa Travelers, o qual operava com câmbio de quatro moedas e existia para simplificar questões relacionadas às mudanças monetárias. Em 1983, a Visa faz outro lançamento de sucesso, o gerenciamento de caixas automáticos (ATMs) para possibilitar aos correntistas sacar dinheiro em qualquer lugar e a qualquer momento. Em 1984, o selo “Dove” (pomba), foi implementado em todos os cartões Visa para prevenir fraudes e falsificações.

Quando as Olimpíadas de Seoul aconteceram em 1988, a Visa forneceu patrocínio, o que possibilitou que a marca se difundisse rapidamente pelo globo. Em 1993, a Visa investe em segurança para impedir fraudes em pagamentos com cartão de crédito. O chip implantado nos cartões é lançado em 1995.

O novo milênio traz para a Visa a marca de 1 bilhão de cartões emitidos, número que foi oficializado em 2001 e, em 2004, as operações via débito superam as transações via crédito. Em 2007, a marca passa por uma reestruturação e recebe o nome que permanece até hoje, Visa Inc.

O ano de 2008 foi marcado pela reinvenção de sistemas de pagamentos para dispositivos móveis. Nesse mesmo ano, a Visa entra para a história do mercado financeiro como o maior IPO (Initial Public Offering, em português, Oferta Pública Inicial) já registrado nos Estados Unidos.

Em 2016, a Visa Inc. e Visa Europe, que desde o início da história da marca operavam de forma independente e separada, são integradas em apenas uma empresa, a Visa Inc.

Como declarar a stock V?

Para declarar Visa no Imposto de Renda (IRPF), siga os passos:

  • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
  • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
  • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso das stocks, escolha "249 - Estados Unidos";
  • Depois, em discriminação, coloque o código da stock, a quantidade de cotas e o preço pago em dólar, por exemplo: "V - QUANTIDADE: 100 - USD$ 1000";
  • No final, coloque o valor pago em reais no campo "Situação em 31/12".