Ações PagSeguro PAGS

A PagSeguro (ações PAGS) é uma empresa que atua no ramo financeiro no segmento de pagamentos com cartão bancário multi-bandeiras. Sendo assim, é responsável pela captação, transmissão e liquidação financeira de transações via crédito e débito e pode ser entendida como uma mediadora entre o consumidor e instituição bancária, tanto em estabelecimentos físicos (uso de máquinas de cartão), quanto no meio eletrônico (com suas soluções de pagamento no e-commerce). Ver mais

Conheça PagSeguro ações PAGS

PagSeguro é uma empresa de capital aberto negociada na bolsa de valores americana, suas ações são negociadas através do ticker PAGS.

PÁGINA NA NASDAQVer site ⇨

FUNDADO

IPO

PÁGINA DE RIVer site ⇨

SITE OFICIALVer site ⇨

A PagSeguro (ações PAGS) é uma empresa que atua no ramo financeiro no segmento de pagamentos com cartão bancário multi-bandeiras. Sendo assim, é responsável pela captação, transmissão e liquidação financeira de transações via crédito e débito e pode ser entendida como uma mediadora entre o consumidor e instituição bancária, tanto em estabelecimentos físicos (uso de máquinas de cartão), quanto no meio eletrônico (com suas soluções de pagamento no e-commerce).

Sendo assim, a atuação da PagSeguro (ações PAGS) centra-se no ambiente online e atendimento presencial em lojas dos mais variados segmentos. Se o cliente está realizando uma compra online, a empresa oferece formas de pagamento diversificadas, como uso do cartão de crédito e débito, transferência bancária ou boleto. Para comerciantes sem e-commerce estruturado, o pagamento pode ser efetivado via correio eletrônico.

Por meio de diversas parcerias com instituições financeiras, a PagSeguro torna possível aos varejistas do Brasil todo oferecerem soluções atrativas de pagamento aos seus consumidores, o que fomenta o hábito de consumo do brasileiro. A receita da instituição é proveniente de taxas cobradas toda vez que seu mecanismo de pagamento é ativado.

A sua atuação presencial acontece através de máquinas de pagamento com cartão. O comerciante acopla o leitor de cartão em seu celular, mediante a instalação de uma espécie de aplicativo compatível para sistemas operacionais iOS e Android, e consegue parcelar a compra de seus clientes em até 12 vezes.

A máquina de cartão autônoma também é oferecida pela empresa, chamada de “Moderninha” e lançada em 2015. Com o passar dos anos, a máquina foi sendo atualizada para oferecer soluções cada vez mais atualizadas aos seus clientes, começando com tecnologia Bluetooth até os dias atuais, com ativação via NFC.

A PagSeguro (ações PAGS) fez uma ampla divulgação desse instrumento nas mídias e veículos de comunicação, o que ajudou a "Moderninha" a se popularizar. Afinal, o Grupo Uol tem uma excelente estratégia de marketing aplicado em todos os seus produtos e segmentos.

Espera-se que, no futuro, a empresa continue a sua atuação sempre voltada às inovações tecnológicas e torne o comércio no Brasil uma atividade ainda mais dinâmica, circular e capaz de movimentar a economia nacional.

É de se esperar que a PagSeguro se aproxime muito do que suas concorrentes no mercado já estão executando: a simplificação de operações financeiras e a disponibilização e facilitação do ato de investir no país, o que será muito interessante à empresa e à população brasileira.

História da PagSeguro

A empresa brasileira PagSeguro S.A. (ações PAGS) surgiu em 2006. Tudo começou quando os empresários Sérgio Costa, Armando Hilel e Leonardo Pascoal lançam, no Brasil, a BRPay, primeira plataforma para pagamentos online do país, a qual foi adquirida pelo Grupo Uol no ano seguinte, 2007.

A partir dessa aquisição, a empresa recebeu um outro nome de seus novos controladores e passou a se chamar PagSeguro. O crescimento foi acelerado, pois, em 2010, a empresa já contava com mais de 12 milhões de clientes cadastrados em seu banco de dados.

Em 2012, por meio de uma parceria com a Horus, empresa focada em prevenir fraudes em pagamentos eletrônicos e em garantir a segurança de transações dessa categoria, a PagSeguro conquistava cada vez mais o mercado nacional. Mais e mais lojas contratavam a solução para seus estabelecimentos em todo o território nacional.

Também em 2012, a PagSeguro implementou a tecnologia NFC (Near Field Communicatin) no Brasil, em um movimento pioneiro. Tal tecnologia torna possível a transferência de dados entre dois dispositivos móveis de forma totalmente segura.

No final de 2017, a empresa anuncia a compra de 50,5% do controle da startup focada em empréstimos Biva, centrada em micro e pequenos empreendimentos. O foco da PagSeguro sempre foi oferecer soluções práticas para esses estabelecimentos, em uma relação de colaboração mútua muito frutífera.

No ano seguinte, em 2018, a PagSeguro abre o seu capital na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), no maior IPO brasileiro já registrado. O valor de captação foi de US $2,7 bilhões.

Em 2019, a companhia faz importantes movimentos. Um deles foi o lançamento de um novo cartão gratuito, o qual carregava a bandeira Visa, para ser vinculado com uma conta digital, à PagBank. Com isso, a empresa mostra profundo interesse em atuar no setor de varejo bancário e começa a se inserir no segmento de investimentos.

A nova ferramenta tornava possível a movimentação de contas para pagamento em lugares físicos e virtuais. Além disso, a conta PagBank oferecia outras soluções, como solicitação de empréstimos, portabilidade de salários, pagamento de contas, recarga de celulares, opções de investimento em renda fixa e realizar pagamentos e recebimentos via TED para qualquer instituição financeira.

A outra ação foi a aquisição do BBN (Banco Brasileiro de Negócios), cujo controle era do Grupo Rendimento. Recentemente, em 2020, a PagSeguro comprou a empresa MOIP da alemã Wirecard, o que aumentou a sua carteira de clientes em 200.000 novos cadastros.

Atualmente, a PagSeguro é a ramificação mais lucrativa do famoso Grupo Uol.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.