Ações Motorola MSI

A Motorola (ações MSI) é uma empresa de tecnologia que fabrica e comercializa aparelhos celulares e acessórios, em sua principal linha de negócio. Ainda, a empresa está no segmento de desenvolvimento de sistemas para aparelhos móveis e aplicativos para celular. A Motorola conta com mais de 17.000 produtos em seu portfólio. Sua atuação é global e está presente em mais de 100 países. Ver mais

Conheça Motorola ações MSI

Motorola é uma empresa de capital aberto negociada na bolsa de valores americana, suas ações são negociadas através do ticker MSI.

IRS

PÁGINA NA NASDAQVer site ⇨

FUNDADO

IPO

PÁGINA DE RIVer site ⇨

SITE OFICIALVer site ⇨

A Motorola (ações MSI) é uma empresa de tecnologia que fabrica e comercializa aparelhos celulares e acessórios, em sua principal linha de negócio. Ainda, a empresa está no segmento de desenvolvimento de sistemas para aparelhos móveis e aplicativos para celular. A Motorola conta com mais de 17.000 produtos em seu portfólio. Sua atuação é global e está presente em mais de 100 países.

A Motorola (ações MSI) conta com duas subdivisões que separam a sua linha de negócios, sendo elas:

  • Motorola Mobility (centrada em celulares e dispositivos eletrônicos);
  • Motorola Solutions (centrada em atividades relacionadas com redes).

O segmento Mobility é o mais lucrativo e possui um market place de 3% do mercado global, em um setor extremamente competitivo e dinâmico. Entre as famílias de celulares da Motorola, as que merecem destaque são: Razr, Motorola Edge, Moto G, Motorola One e Moto 360.

A Motorola, que desenvolve produtos através da empresa chinesa Lenovo e comercializa smartphones, smartwatches e acessórios (como fones de ouvido convencionais e sem fio, headsets, capas protetoras para telas, carregadores portáteis, cabos USB, caixa de som Bluetooth e acessórios para carros).

Além disso, a Motorola (ações MSI) dispõe em seu portfólio outros produtos eletrônicos para uso doméstico, como a babá eletrônica, alto-falantes, televisões e rádios, computadores e acessórios, câmeras de segurança, telefones residenciais e para escritórios e roteadores.

Vale ressaltar que todos esses produtos se apresentam no catálogo da Motorola em diversas versões e modelos, cada um deles com diferentes funcionalidades, de modo a alcançar um vasto público consumidor.

A Motorola tem ampla presença mundial com lojas exclusivas ou revendedoras espalhadas pelo globo. Contudo, isso não impede que a marca alcance lugares remotos, pois a marca conta com um site funcional e operacional para fomentar o comércio eletrônico.

O segmento da Motorola é altamente dinâmico e dizer que o setor passa por atualizações diariamente não é exagero. A marca foi pioneira em desenvolver o aparelho celular e espera-se que a empresa continue a desenvolver produtos de grande capacidade tecnológica e, consequentemente, aumentar seus lucros e impulsionar a humanidade adiante, pois é isso o que se espera de uma empresa de tecnologia como a Motorola.

História da Motorola

Essa famosa empresa de telecomunicação e telefonia celular norte-americana, atualmente conhecida como uma grande multinacional de tecnologia, foi fundada em 25 de setembro de 1928, pelos irmãos Paul Vincent e Joseph Galvin, quando eles decidiram comprar um projeto de uma empresa falida de eliminadores de baterias.

Dessa forma, nasce a Galvin Manufacturing Corporation. Inicialmente, os irmãos não mudaram o modo de atuação da empresa e continuaram a produzir eliminadores de baterias, um dispositivo que funcionava como conversores de potência para permitir que rádios de pilha usassem a corrente elétrica.

Contudo, o rápido avanço tecnológico do período deixou que os dispositivos dos irmãos se tornassem obsoletos rapidamente. Em 1930, a empresa se moderniza e inova ao começar a entrar no ramo de produção de rádios automotivos, um verdadeiro sucesso na época.

Para fins de identificação do novo produto, rádios automotivos embutidos, os criadores Paul e Joseph optaram por mudar o nome da empresa para Motorola, uma união de palavras que referenciava automóveis (motor) e sons (ola).

Depois do sucesso instantâneo, a Motorola teve outros êxitos na década de 30, como a criação do rádio de frequência AM, muito usado pela polícia, chamado de Motorola Police Cruiser.

Nos anos 40, período da Segunda Guerra Mundial, a empresa teve espaço para o lançamento de itens que poderiam ser úteis no campo de batalha, como o primeiro rádio portátil bidirecional, destinado às Forças Armadas Americanas; e o chamado Handie-Talkie, sistema portátil de radiocomunicação em FM pioneiro no mercado, com alcance de 16 a 32 quilômetros. Muitos consideram o Handie-Talkie como o “avô dos celulares”.

Em 1949, o centro de pesquisa e desenvolvimento da Motorola é inaugurado em Phoenix, Arizona, cujo objetivo era o desenvolvimento de novos produtos através de tecnologia e pesquisa. Em 1952, a primeira subsidiária Motorola foi aberta, em Toronto, no Canadá, a qual se centrava na produção de rádios e televisores. Em 1955, a empresa dava os primeiros passos em direção ao setor de telecomunicações, com o desenvolvimento do “pager”, produto revolucionário que marcou a comunicação humana a partir da segunda metade da década de 50.

Os anos 60 foram marcados pela expansão mundial da marca pelo mundo e o foco de atuação era agora centrado no mercado de produtos eletrônicos para o amplo consumo. Nesse período, a Motorola desempenhou um papel central no grande evento global que foi a viagem espacial à Lua, pois os tripulantes da nave usaram um “transponder”, uma espécie de dispositivo de radiofrequência, que trouxe até o planeta Terra as palavras de Neil Armstrong ao chegar na Lua, em julho de 1969.

Foi na década de 70 que a empresa começou a desenvolver um dos seus mais importantes produtos: o aparelho celular. Em 1973, aconteceu a apresentação de um aparelho de comunicação móvel totalmente operacional em uma rede sem fio.

Em 1973, o Dr. Martin Cooper, engenheiro elétrico da companhia, efetivou a primeira ligação registrada por um aparelho desse segmento, ao ligar para uma empresa concorrente. Não foi preciso muito tempo e, em 1977, o sistema radiotelefônico batizado de celular entrou em fase de teste.

Depois de mais de 10 anos de pesquisa e desenvolvimento, em 1983, a comercialização do produto começou. O primeiro aparelho celular chamava-se DynaTAC (Dynamic Total Area Coverage) 8000X. Assim, a Motorola deu o pontapé inicial na nova era das telecomunicações e tecnologia.

Na década de 90, a Motorola continuou o seu foco em desenvolvimento de celulares e acessórios para o mesmo, de modo a modernizar cada vez mais o aparelho, como a integração desse novo modelo de aparelho com a tecnologia pager, desenvolvida pela própria empresa.

Contudo, a Motorola ainda realizava outros lançamentos, a exemplo da primeira televisão HDTV do mundo. O início do novo milênio também foi marcado pelo lançamento de celulares cada vez mais potentes e menores e produtos cada vez mais tecnológicos.

Em 4 de janeiro de 2011, a empresa se separa em dois segmentos, que, apesar de partidos, dividem o mesmo nome, direitos autorais e patentes. O primeiro deles chama-se Motorola Mobility, cuja área de atuação é centrada no desenvolvimento e comercialização de celulares, acessórios, tablets e decodificadores de TV. O segundo, por sua vez, chama-se Motorola Solutions, o qual atua em negócios que incluem escâner de código de barras, redes sem fio e rádios intercomunicadores.

Nesse mesmo ano, o capital da empresa é aberto e suas ações passam a ser negociadas na Bolsa de Valores.

No ano seguinte, em 2012, o Google adquire o segmento Mobility da Motorola, o mais lucrativo. O desejo da gigante empresa de softwares, o Google, era entrar no ramo de hardware através das operações da Motorola. Com a aquisição, o Google adicionou mais de 17.000 ao catálogo e passou a controlar a fabricação e comercialização de smartphones com sistema operacional Android.

Em 2014, o controle da companhia muda novamente, quando a empresa de tecnologia chinesa Lenovo faz a aquisição das patentes da Motorola. Sem dúvidas, a concorrência havia deixado a marca um pouco para trás, mas a atuação da Lenovo elevou a qualidade dos celulares da Motorola, que, mais uma vez, conquistou o público.

Por exemplo, em 2015, a Motorola lançou no mercado o celular com tela “inquebrável”, o que chamou a atenção do público, pois telas comprometidas e sensíveis eram comuns e irritavam os consumidores de outras marcas.

Com mais de 90 anos de história, a Motorola tem seu espaço garantido entre as empresas mais inovadoras e revolucionárias dos tempos contemporâneos, sendo a pioneira no desenvolvimento do aparelho celular, produto que modificou visivelmente a vida das pessoas e o modo como se relacionam entre si.

Mural de discussão

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.