Stocks Delta Air Lines DAL

A Delta Airlines (ações DAL) é sediada em Atlanta, Georgia, nos Estados Unidos. É reconhecida como a companhia de aviação comercial que mais oferece rotas aéreas do mundo, com itinerários para mais de 300 destinos em mais de 50 países. Ver mais

Conheça Delta Air Lines ações DAL

IRS

PÁGINA NA NASDAQVer site ⇨

FUNDADO

IPO

PÁGINA DE RIVer site ⇨

A Delta Airlines (ações DAL) é sediada em Atlanta, Georgia, nos Estados Unidos. É reconhecida como a companhia de aviação comercial que mais oferece rotas aéreas do mundo, com itinerários para mais de 300 destinos em mais de 50 países.

Além disso, a Delta (ações DAL) é líder mundial em rotas entre os Estados Unidos e Europa, com voos para mais de 40 destinos transatlânticos. Para a América Latina e Caribe, a Delta disponibiliza mais de 450 viagens por semana.

A Delta Airlines opera uma frota de 766 aviões próprios, modelos Airbus e Boeing, que voam para mais de 300 cidades diferentes. Em 2016, a Delta transportou mais de 164 milhões de passageiros. A média diária de voos é de 5.400.

Em aeroportos espalhados pelo mundo, a empresa dispõe de aproximadamente 45 Delta Sky Clubs, salas de espera vip que oferecem conforto aos passageiros que irão voar com a Delta. A respeito do tipo de voo que o cliente irá ter, a Delta disponibiliza voos classe econômica e cabines de luxo, de acordo com a escolha e poder aquisitivo de cada passageiro.

Os seus maiores hubs de operação são o Aeroporto Internacional de Atlanta, o Aeroporto Internacional de Salt Lake City, o Aeroporto Internacional de Cincinnati/Northern Kentucky e o Aeroporto Internacional John F. Kennedy.

A Delta (ações DAL) possui parceria com outras companhias áreas para empréstimo de aeronaves e oferecimento de voos de conexão, como Air France, Alitalia, China Airlines e Transavia.

A empresa aérea Delta teve um caso de recuperação muito rápido e potente, entre 2005 e 2010, o que mostra o quanto a empresa é resiliente, perene e importante para os Estados Unidos. Inserida em um setor arriscado, a Delta atrai investidores do mundo todo, dispostos a correr riscos para conseguir resultados acima do esperado.

História da Delta Airlines

Durante os anos 20, o cultivo de algodão e a agricultura no sul dos Estados Unidos estavam ameaçados por uma praga, o que compromete a principal atividade econômica da região. Por causa disso, em 1924, Collett Everman Woolman e seu sócio B.R. Coad criaram uma empresa para pulverizar a ameaça, com o uso de dois aviões.

Um homem, residente em Nova York, viu o trabalho dos aviões e qual era o papel deles e convenceu seus empregadores, a Huff-Daland Airplanes, a implantar a ideia na região. Assim, originava-se a Huff-Dalland Dusters, sediada no estado da Geórgia. Em 1925, Woolman, criador da inovação, fanático por aviação e engenheiro agrônomo, foi trabalhar nesta empresa.

Em 1927, Woolman implementou seus serviços de pulverização em Lima, no Peru, onde morou por um período. Quando voltou aos Estados Unidos, convenceu a comunidade local de investidores a comprar os mais de 20 aviões da Huff-Delland Dusters, para que sua ideia permanecesse no sul do país, fomentando a famosa rivalidade entre as regiões dos Estados Unidos.

Nascia assim, em Monroe, no estado de Louisiana, a empresa Delta Air Service, um nome que representava as suas origens: o delta do Rio Mississipi.

O primeiro serviço regular com passageiros a bordo decolou em 1929, partindo de Dallas rumo ao Texas, com cinco passageiros e um piloto. Na década de 30, a companhia Delta teve dificuldades para crescer em um mercado competitivo e muito regulamentado pelo Estado.

Para ampliar sua atuação no mercado, Woolman focou em uma estratégia em oferecer as melhores aeronaves para os passageiros e estabelecer mais linhas de voos. Era a única forma de se manter ativo na competição com a já relevante American Airlines.

Enquanto a Delta (ações DAL) preocupava-se com a sua expansão, um conflito mundial eclodiu nos anos 40. A companhia aérea prestou auxílios aos Estados Unidos, disponibilizando aeronaves, executando reparos, fornecendo equipamentos (como motores) e prestando treinamentos aos pilotos do exército.

Quando a guerra finalmente acabou, a Delta foi beneficiada pelo governo norte-americano, o que é muito importante dado o ramo de atuação da empresa, e mais linhas de viagens foram incluídas nos seus itinerários. Em 1945, a companhia passa a se chamar Delta Airlines, definitivamente.

Em 1949, a classe econômica é introduzida em voos da Delta, no trajeto entre Chicago e Miami. Em 1953, o órgão regulador do setor de aviação dos Estados Unidos, Civil Aeronautics Board, transferiu as rotas da Chicago & Southern Airlines para a Delta, em uma decisão que iria terminar em uma fusão entre as companhias aéreas, formalizada em 1956.

Lentamente, a Delta se consolidava como uma das maiores empresas do setor nos Estados Unidos. Em 1966, a Delta não mais atuaria em atividades relacionadas com o que a originou, a pulverização de colheitas, focando apenas em voos comerciais.

Na década de 70, a Delta incorporou a Northeast Airlines, empresa endividada, o que ampliou a sua atuação na costa leste e em ligações entre o norte e o sul do país. Assim, a Delta se tornava líder no mercado doméstico. Nesta época, o aeroporto de Atlanta era o terceiro mais movimentado do mundo e praticamente 50% dos passageiros voavam com as aeronaves da Delta.

Em 1977, a Delta (ações DAL) aérea conquistou o direito de executar o trajeto entre Atlanta e Londres, seu primeiro itinerário internacional. O voo inaugural aconteceu no dia 30 de abril de 1978, seguido por voos à Frankfurt, na Alemanha.

Aos poucos, o setor da aviação foi sendo desregulamentado, recebendo menos interferência do governo norte-americano. Algumas oportunidades surgiram para a empresa aérea, como a compra da Southern, sua concorrente doméstica em Atlanta, e a Western Airlines.

Em 1979, a Delta alcançou o grande feito como sendo a primeira companhia aérea, a nível global, a embarcar um milhão de passageiros em uma cidade em um mês (Atlanta, no mês de agosto, em 1979). Em 1988, a companhia começa operações no continente asiático.

Na década de 90, com a evidente falência da PanAm, uma gigante no segmento de aviação, a Delta Airlines acabou assumindo a frota e funcionários da empresa quebrada, além de ganhar várias rotas internacionais.

Sendo assim, a destituição da PanAm beneficiou a Delta de muitas maneiras. Porém, todo o setor estava endividado nesse período e, com o atentado de 11 de setembro de 2001, a situação ficou ainda mais caótica. Em 2005, a Delta declarou concordata, uma espécie mais suave de falência. A empresa voltaria a registrar lucro em 2007, após anos de prejuízos crescentes.

Surpreendentemente, em 2008, a Delta anunciou uma enorme fusão com a Northwest Airlines, criando assim a maior empresa aérea existente. Com a fusão, a empresa assumiu mais de 400 destinos em 105 países e incorporou uma frota de 800 aeronaves. Em 2010, a fusão foi formalmente concluída e todas as aeronaves da Northwest Airlines traziam o logotipo da Delta Airlines.

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.