Ações Paranapanema PMAM3

Paranapanema SA

A Paranapanema (ações PMAM3) tem como negócio a fundição e refino de cobre primário, produzinho semimanufaturados de cobre, além da fabricação e a venda de produtos feito pelo mesmo material. Ver mais

Conheça Paranapanema ações PMAM3

A Paranapanema é uma companhia de capital aberto que negocia suas ações na bolsa de valores brasileira, elas são negociadas sob o ticker PMAM3 na B3.

Indicadores PMAM3

  • P/L-1,15

  • LPA-5,28

  • P/VPA-0,34

  • VPA-17,67

  • DY0%

A Paranapanema (ações PMAM3) foi fundada em 1956 e atua na fundição e refino de cobre primário e produz semimanufaturados de cobre e suas ligas. É, dessa forma, a única entidade a realizar a transformação do cobre mineral em metal no território nacional. Suas atividades possuem grande abrangência da cadeia industrial desse tipo de material, passando pela fabricação e a venda de produtos e respectivos co-produtos, como por exemplo vergalhões, fios trefilados, laminados, barras, tubos, conexões, entre outros.

A Paranapanema é uma entidade de capital aberto que está listada sob código PMAM3 no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão. Contando com cerca de 2.200 colaboradores e receita líquida de R$4,8 bilhões em 2018, encontra-se na quarta posição de maior empresa do estado da Bahia e a 110ª do país, segundo a publicação Melhores e Maiores da EXAME. Possui três unidades fabris. Em sua matriz, que fica localizada em Dias d’Ávila (BA), realiza a produção de catodos, fios e vergalhões, além de coprodutos de cobre, como lama anódica e ácido sulfúrico. Na unidade estabelecida em Santo André (SP), que também é a sede fiscal da empresa, realiza-se a fabricação de produtos de cobre e suas ligas, como laminados, tubos e barras. Em Serra (ES) fica localizada a terceira unidade da companhia, sendo responsável por abrigar a produção de conexões de cobre. O CDPC - Centro de Distribuição de Produtos de Cobre Ltda., controlada da Paranapanema, tem unidades na Bahia, em São Paulo e no Rio de Janeiro, e realiza a logística de distribuição.

Uma vez que o cobre é amplamente utilizado em vários setores, a diversificação dos clientes que a companhia atende é uma importante característica da mesma. Seus produtos da Paranapanema (ações PMAM3) atendem:

  • Indústria automotiva (veículos elétricos, pastilhas de freio, radiadores e difusores de calor);
  • Construção civil (tubos e acessórios, aquecimento a gás, barras, interruptores, tomadas, fios e cabos de energia elétrica);
  • Energia (fios e cabos de energia, painéis solares, turbinas eólicas e produção de etanol);
  • Eletroeletrônicos e telecomunicações (circuitos, fios e conectores);
  • Indústria de vestuário e decoração (ligas de cobre usadas em botões, zíper, fivela, jóias, instrumentos cirúrgicos e aplicações militares);
  • Construção naval (ligas de cobre e níquel para prevenir a corrosão);
  • Indústria em geral (tubos de água e gás, conectores eletrônicos, difusores de calor, motores elétricos e cabos).
  • História da Paranapanema

    A origem da companhia é basicamente simples. Após comprar uma fazenda na cidade de Paranapanema, a 260 km de São Paulo, Aloysio Ramalho Foz se reuniu com mais dois empreendedores, José Carlos de Araújo – seu pai – e Octávio Cavalcante Lacombe, para fundar a empresa, em maio de 1961. No início de suas operações, o foco estava no ramo da construção civil de fábricas e empreendimentos de tamanho maior, entretanto o cenário apresentado pela mineração interessou aos empresários no decorrer dos anos.

    A Paranapanema em seu formato conhecido atualmente só se consolidou no ano de 1996, onde abandonou a construção civil, coleta, seguridades e petróleo e passou a operar com foco exclusivo na mineração, extração e refino de minerais de cobre, zinco e estanho. A partir dessa reorganização, chamou atenção de um grupo de pensionistas, levando-os a comprar o controle acionário da empresa, que passou a controlar também a Mineração Taboca e a Mamoré Mineração e Metalurgia. Nesse movimento, se originou a Paranapanema S.A, companhia destinada exclusivamente para a produção de metais não ferrosos através do controle acionário na forma de uma empresa de participações. Assim, a marca Paranapanema passou a ser organizada como uma holding, não havendo atividade operacional, mas sim concentração dos investimentos no nicho de metais não ferrosos pelo grupo de participações constituído por 5 empresas detentoras do controle acionário.

    Mesmo que o conglomerado fosse rentável como realmente era, a decisão de abandonar as demais áreas veio alguns anos depois. Na virada da década, viu maior potencial no ramo do cobre e, com base nisso, vendeu suas ações nos demais negócios. Ao início do século XXI, algumas das empresas do conglomerado deixaram de fazer parte desse portfólio. Com isso, após o desmembramento de posições acionárias nos anos anteriores, em 2009, começou a tomar forma a Paranapanema. Já em 2010, deixou de ser uma holding através de um processo intenso de reestruturação societária, transferindo sua sede para Dias D’Ávila (BA) e saindo de São Paulo.

    Passados dois anos dessa reestruturação, a Paranapanema adquiriu a Cibrafértil, em setembro de 2012 iniciando seus trabalhos de refino, a partir do oferecimento de produtos derivados do cobre, latão e bronze, aumentando a capacidade produtiva e, consequentemente, os gastos. Em decorrência de problemas de gestão, começou a apresentar problemas ao nível de orçamento, apresentando prejuízo ao longo dos anos 2.000. Dessa forma, para bancar operações básicas, o caixa operacional era queimado e o crédito passou a ser adquirido de forma desgovernada para bancar custos fixos.

    Cerca de cinco anos após a reestruturação acionária, no ano de 2017, a empresa passou a registrar lucro operacional negativo e as dívidas começaram a ganhar cenário. Mesmo com o crescimento do setor de mineração no Brasil, a indústria encontrava-se na contramão do restante do mercado. Dessa forma, 2017 ficou marcado para a Paranapanema como o início da retomada. Através de procedimentos de prorrogação de prazos de pagamento com aproximadamente 84% dos credores da companhia, negociou também vencimentos e taxas, estabelecendo um plano de conversão de crédito em participação na companhia. Os resultados vieram e se tornaram visíveis quando a dívida reduziu em 28% e o alongamento de prazos foi bem-sucedido em cerca de 94% do montante da dívida bruta. O fôlego orçamentário e início do processo de retomada se deu por meio de ofertas públicas e restritas de ações e debêntures.

    Com isso, no ano de 2018, a reestruturação chegou ao nível operacional, com uma parada programada em maio para investimentos em CAPEX e modernização das fábricas, que se encontravam em estágio defasado. Os investimentos chegaram à soma de R$200 milhões, refletindo a reorganização das operações da empresa, por conta de um período turbulento.

    Paranapanema na Bolsa de Valores

    O IPO das ações da Paranapanema ocorreu em 1977 e suas ações podem ser negociadas por meio das ações PMAM3, que são ações ordinárias.

    Itens importantes a serem analisados para as ações da Paranapanema é o free float e o tag along.

    O free float é o número de ações da Paranapanema que está em livre circulação na bolsa de valores. Quanto maior esse número, melhor, por que quanto mais ações disponíveis para negociação, aumenta o interesse de mais investidores, impactando a liquidez da companhia, e atualmente, 100% das ações PMAM3 de Paranapanema estão em livre circulação no mercado.

    Já o tag along representa o direito, em caso de venda das ações do sócio controlador, de vender suas ações junto; no caso de tag along de 100%, podem ser recebidos os mesmos valores do acionista majoritário. No caso de PMAM3, o tag along é de 100%.

    Em termos de governança corporativa, as ações PMAM3 estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, que representa grau máximo de governança corporativa. Como resultado, Paranapanema possui uma série de práticas que devem ser seguidas para aumentar a transparência e consistência das informações e a proteção de seus acionistas, incluindo minoritários, assim caracterizando.

    Como declarar ações PMAM3?

    Para declarar as ações da Paranapanema no Imposto de Renda (IRPF), siga os passos:

    • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
    • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
    • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso de ações, escolha "105 - Brasil";
    • No campo do CNPJ, digite "60.398.369/0004-79";
    • Depois, em discriminação, coloque o código da ação e a quantidade de ações, por exemplo "PMAM3 - QUANTIDADE: 1000";
    • No final, coloque o valor total investido no campo "Situação em 31/12".

    As ações da Paranapanema pagam dividendos?

    Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos da Paranapanema na aba "dividendos" aqui na página da empresa.