Ações Grendene GRND3

Grendene SA

A Grendene (ações GRND3) é uma das maiores produtoras mundiais de calçados, possui tecnologia proprietária e exclusiva na produção de calçados para os públicos feminino, masculino e infantil. A Companhia é detentora de marcas reconhecidas e de sucesso, como Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte, Grendene Kids e Zizou. Atua também, através de licenciamentos de celebridades e personagens do universo infanto-juvenil. Além disso possui uma logística de distribuição que atinge desde distribuidores a varejistas tradicionais e não tradicionais em todo o território nacional e no exterior. Ver mais

Conheça Grendene ações GRND3

SEGMENTO Calçados

CNPJ

PÁGINA NA B3Ver site ⇨

FUNDADO

IPO

VALOR MERCADO

PÁGINA DE RIVer site ⇨

SITE OFICIALVer site ⇨

A Grendene (ações GRND3) é uma das maiores produtoras mundiais de calçados, possuindo tecnologia proprietária e exclusiva para a confecção deles. Ainda, ela é detentora das marcas Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte e Grendene Kids. Ademais, a empresa também atua no licenciamento de celebridades (como a Ivete Sangalo) e personagens do universo infanto-juvenil (como a Barbie e os Avengers).

A história da Grendene no segmento de calçados começa em 1971, quando a mesma começou a produzir telas de plástico para garrafões de vinho. 5 anos mais tarde, a Grendene utilizou o plástico para fabricar peças para máquinas e implementos agrícolas, além de componentes para calçados. Entretanto, a empresa só adentrou de vez no segmento em 1979, quando Pedro Grendene Bartelle, ao observar as sandálias de tiras dos pescadores da Riviera Francesa, criou a Melissa Aranha, fabricante de calçados de plástico.

Já em 1983, a Melissa firmou parcerias de sucesso com grandes designers mundiais, como Jean-Paul Gaultier, Thierry Mugler, Jacqueline Jacobson e Elisabeth de Senneville. O primeiro fruto dessas parcerias veio já no ano seguinte, com o lançamento da Melissinha, marca voltada para a linha Kids. Nesse sentido, dois anos mais tarde a nova linha começou a vender produtos por meio de contratos de licenciamento com grifes, nomes de apresentadores, cantoras, artistas, personagens de desenho animado e do universo infanto juvenil.

A empresa continuou lançando diversas linhas, ano após ano, como:

  • Rider, 1984 – linha voltada para o público masculino.
  • Grendha, 1994 – parceria com a Ivete Sangalo para ficar à frente dos lançamentos de uma linha voltada para o universo feminino.
  • Ipanema, 2001 – chinelos femininos e masculinos focados na linha praia.
  • Ipanema GB, 2002 – fruto de uma parceria entre a Ipanema e a übber model (mais alto nível internacional de modelos) Gisele Bündchen, visando o mercado internacional.
  • Zaxy, 2008 – linha de calçados em geral.
  • Ipanema G2B, 2008 – fortalecimento da presença fora do Brasil iniciada com a Ipanema GB, também com parceria da Gisele Bündchen.
  • Cartago, 2009 – mais uma marca focada no universo masculino.
  • Melissa perfumes – entrada no mercado de perfumaria com a marca Melissa.
  • Clube Melissa – mudança de fachada após assinatura de um memorando de entendimento entre Grendene e Jelly.
  • Casa Ipanema – espaço de convivência da marca com os clientes, no Rio de Janeiro.

Quanto à abertura de capital da Grendene, o processo começou em 2003 com o desenvolvimento de uma reestruturação societária, sendo o IPO (Initial Public Offering, do português, início das ofertas públicas) realizado só em outubro de 2004. Desde o começo das ofertas, as ações ordinárias da empresa já entraram no segmento de listagem Novo Mercado (segmento que representa o mais alto grau de governança corporativa da B3 (ações B3SA3)).

Hoje, a Grendene vende seus produtos por meio de representantes comerciais, distribuidores, exportações diretas e da subsidiária Grendene USA Inc., atingindo cerca de 20 mil pontos de venda fora do Brasil e 65 mil no mercado brasileiro, além de estar presente em mais de 100 países (dados de 2020).

Nesse contexto, suas unidades industriais estão distribuídas nos estados do Ceará - nas cidades de Sobral (1993), Fortaleza (1990) e Crato (1997); Rio Grande do Sul - na cidade de Farroupilha (1971); e na Bahia - na cidade de Teixeira de Freitas (2007). Dentre essas fábricas, constam os processos de fabricação de calçados, de PVC e matrizaria, proporcionando uma empresa totalmente integrada.

Fatos relevantes sobre a Grendene

Quanto às certificações recebidas pela Grendene, deve-se ressaltar a Certificação de Fornecedores pela ABVTEX – Associação Brasileira do Varejo Têxtil – em 2014, sendo a única empresa de calçados a receber esse certificado.

No âmbito da sustentabilidade, o grupo possui as Certificações de Sustentabilidade "selo Vegan" (registrado pela Vegan Society) para todos os calçados, "selo Biobased" (outorgado pela TUV Áustria) para a linha de calçados Ipanema, certificação pelo Forest Stewardship Council que assegura a origem da matéria-prima a partir do manejo responsável de florestas, entre diversos outros prêmios e certificações.

Além dos certificados, deve-se salientar algumas atitudes da Grendene para se tornar cada vez mais sustentável, como:

  • Parceria da Grendene Kids com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), reforçando o compromisso de incentivar o melhor da infância.
  • Uma das menores pegadas hídricas do setor de calçados, com 80% do consumo hídrico para uso humano (2018).
  • 85% da energia consumida pelas unidades fabris provém de matrizes energéticas renováveis.
  • Plantação de um "Pulmão Verde" na fábrica de Sobral.
  • 100% dos restos alimentares e outras matérias orgânicas utilizadas para produção de gás de cozinha e adubo.
  • O PVC utilizado na produção dos calçados é 100% reciclável.

Quando GRND3 paga dividendos?

Para saber quanto e quando Grendene paga dividendos, você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos na aba "dividendos" aqui da página da empresa.

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.