Ações Grendene GRND3

Grendene SA

A Grendene (ações GRND3) é uma das maiores produtoras mundiais de calçados, possui tecnologia proprietária e exclusiva na produção de calçados para os públicos feminino, masculino e infantil. A Companhia é detentora de marcas reconhecidas e de sucesso, como Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte, Grendene Kids e Zizou. Atua também, através de licenciamentos de celebridades e personagens do universo infanto-juvenil. Além disso possui uma logística de distribuição que atinge desde distribuidores a varejistas tradicionais e não tradicionais em todo o território nacional e no exterior. Ver mais

Conheça Grendene ações GRND3

A Grendene é uma companhia de capital aberto com ações listadas na bolsa de valores brasileira, elas são negociadas através do código GRND3 na B3.

A Grendene (ações GRND3) é uma das maiores produtoras mundiais de calçados, possuindo tecnologia proprietária e exclusiva para a confecção deles. Ainda, ela é detentora das marcas Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte e Grendene Kids. Ademais, a empresa também atua no licenciamento de celebridades (como a Ivete Sangalo) e personagens do universo infanto-juvenil (como a Barbie e os Avengers).

A história da Grendene no segmento de calçados começa em 1971, quando a mesma começou a produzir telas de plástico para garrafões de vinho. 5 anos mais tarde, a Grendene utilizou o plástico para fabricar peças para máquinas e implementos agrícolas, além de componentes para calçados. Entretanto, a empresa só adentrou de vez no segmento em 1979, quando Pedro Grendene Bartelle, ao observar as sandálias de tiras dos pescadores da Riviera Francesa, criou a Melissa Aranha, fabricante de calçados de plástico.

Já em 1983, a Melissa firmou parcerias de sucesso com grandes designers mundiais, como Jean-Paul Gaultier, Thierry Mugler, Jacqueline Jacobson e Elisabeth de Senneville. O primeiro fruto dessas parcerias veio já no ano seguinte, com o lançamento da Melissinha, marca voltada para a linha Kids. Nesse sentido, dois anos mais tarde a nova linha começou a vender produtos por meio de contratos de licenciamento com grifes, nomes de apresentadores, cantoras, artistas, personagens de desenho animado e do universo infanto juvenil.

A empresa continuou lançando diversas linhas, ano após ano, como:

  • Rider, 1984 – linha voltada para o público masculino.
  • Grendha, 1994 – parceria com a Ivete Sangalo para ficar à frente dos lançamentos de uma linha voltada para o universo feminino.
  • Ipanema, 2001 – chinelos femininos e masculinos focados na linha praia.
  • Ipanema GB, 2002 – fruto de uma parceria entre a Ipanema e a übber model (mais alto nível internacional de modelos) Gisele Bündchen, visando o mercado internacional.
  • Zaxy, 2008 – linha de calçados em geral.
  • Ipanema G2B, 2008 – fortalecimento da presença fora do Brasil iniciada com a Ipanema GB, também com parceria da Gisele Bündchen.
  • Cartago, 2009 – mais uma marca focada no universo masculino.
  • Melissa perfumes – entrada no mercado de perfumaria com a marca Melissa.
  • Clube Melissa – mudança de fachada após assinatura de um memorando de entendimento entre Grendene e Jelly.
  • Casa Ipanema – espaço de convivência da marca com os clientes, no Rio de Janeiro.

Quanto à abertura de capital da Grendene, o processo começou em 2003 com o desenvolvimento de uma reestruturação societária, sendo o IPO (Initial Public Offering, do português, início das ofertas públicas) realizado só em outubro de 2004. Desde o começo das ofertas, as ações ordinárias da empresa já entraram no segmento de listagem Novo Mercado (segmento que representa o mais alto grau de governança corporativa da B3 (ações B3SA3)).

Hoje, a Grendene vende seus produtos por meio de representantes comerciais, distribuidores, exportações diretas e da subsidiária Grendene USA Inc., atingindo cerca de 20 mil pontos de venda fora do Brasil e 65 mil no mercado brasileiro, além de estar presente em mais de 100 países (dados de 2020).

Nesse contexto, suas unidades industriais estão distribuídas nos estados do Ceará - nas cidades de Sobral (1993), Fortaleza (1990) e Crato (1997); Rio Grande do Sul - na cidade de Farroupilha (1971); e na Bahia - na cidade de Teixeira de Freitas (2007). Dentre essas fábricas, constam os processos de fabricação de calçados, de PVC e matrizaria, proporcionando uma empresa totalmente integrada.

Fatos relevantes sobre a Grendene

Quanto às certificações recebidas pela Grendene, deve-se ressaltar a Certificação de Fornecedores pela ABVTEX – Associação Brasileira do Varejo Têxtil – em 2014, sendo a única empresa de calçados a receber esse certificado.

No âmbito da sustentabilidade, o grupo possui as Certificações de Sustentabilidade "selo Vegan" (registrado pela Vegan Society) para todos os calçados, "selo Biobased" (outorgado pela TUV Áustria) para a linha de calçados Ipanema, certificação pelo Forest Stewardship Council que assegura a origem da matéria-prima a partir do manejo responsável de florestas, entre diversos outros prêmios e certificações.

Além dos certificados, deve-se salientar algumas atitudes da Grendene para se tornar cada vez mais sustentável, como:

  • Parceria da Grendene Kids com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), reforçando o compromisso de incentivar o melhor da infância.
  • Uma das menores pegadas hídricas do setor de calçados, com 80% do consumo hídrico para uso humano (2018).
  • 85% da energia consumida pelas unidades fabris provém de matrizes energéticas renováveis.
  • Plantação de um "Pulmão Verde" na fábrica de Sobral.
  • 100% dos restos alimentares e outras matérias orgânicas utilizadas para produção de gás de cozinha e adubo.
  • O PVC utilizado na produção dos calçados é 100% reciclável.

Grendene na Bolsa de Valores

A Oferta Pública Inicial (IPO) das ações da Grendene foi realizado em 2004 e suas ações podem ser negociadas através das ações GRND3, que são suas ações ordinárias.

Itens importantes de analisar para as ações da Grendene é o free float e o tag along.

O free float é o número de ações da Grendene que está em livre circulação. Quanto maior esse número, melhor, já que com mais ações disponíveis para negociação, aumenta o interesse de mais investidores, impactando a liquidez da empresa, e atualmente, 29,75% das ações GRND3 de Grendene estão em livre circulação no mercado.

Já o tag along significa o direito, em caso de venda das ações do sócio controlador, de vender suas ações junto, podendo receber os mesmos valores que o acionista majoritário em caso de tag along de 100%. No caso de GRND3, o tag along é de 100%.

No ponto da governança corporativa, as ações GRND3 estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, que representa grau máximo de governança corporativa. Por isso, Grendene possui uma série de práticas que devem ser seguidas para o aumento de transparência e coerência de informações e a proteção de seus acionistas, incluindo minoritários, sinalizando assim.

Como declarar ações GRND3?

Para declarar as suas ações da Grendene no Imposto de Renda (IRPF), siga os seguintes passos:

  • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
  • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
  • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso de ações, escolha "105 - Brasil";
  • No campo do CNPJ, digite "89.850.341/0001-60";
  • Depois, em discriminação, coloque o código da ação e a quantidade de ações, por exemplo "GRND3 - QUANTIDADE: 1000";
  • No final, coloque o valor total investido no campo "Situação em 31/12".

As ações da Grendene pagam dividendos?

Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos da Grendene na aba "dividendos" aqui na página da empresa.