Você já leu o livro “Warren Buffett e a Análise de Balanços”? A maioria dos investidores sabe que o Warren Buffett é um dos maiores investidores de todos os tempos. 

Este livro, então, é um daqueles essenciais para qualquer um que queira investir seriamente. Isso porque ele analisa a metodologia do fundador da Berkshire Hathaway.

Caso você não tenha lido esta obra, ou ainda esteja em dúvida sobre a sua leitura, fizemos este resumo abordando os principais pontos tratados no livro.

Os autores de “Warren Buffett e a Análise de Balanços”

Mary Buffett é uma autora, palestrante internacional, empreendedora e ativista política e ambiental. Ela também é a nora do megainvestidor Warren Buffett.

Frequentemente ela aparece na TV americana como uma das principais especialistas em finanças. Seu primeiro livro lançado foi "Buffettology" em 1997, escrito junto de David Clark.

David, por sua vez, é considerado um dos maiores especialistas nos métodos de investimento do Warren Buffett, tendo escrito vários livros sobre o investidor.

Resumo de “Warren Buffett e a Análise de Balanços”

Esse é um livro relativamente curto, mas com um conteúdo muito focado. Seu principal ponto é ensinar como o Warren Buffett faz para analisar uma empresa.

Os autores explicam como o Buffet faz para escolher as “empresas excepcionais”, analisar o DRE, o balanço patrimonial e a demonstração de fluxo de caixa.

Na última parte da obra são mostradas as táticas pessoais de Buffet para encontrar empresas com uma “vantagem competitiva durável” para se investir.

Ao longo do texto muitos assuntos diferentes são abordados sob a perspectiva do megainvestidor. Alguns deles são:

  • Explicação do conceito de receita;
  • Onde o Buffet busca informações sobre as empresas;
  • Como Buffet usa o lucro por ação para distinguir boas e más empresas;
  • Como o megainvestidor mensura os ativos intangíveis;
  • O patrimônio líquido sob o valor contábil;
  • Qual é o momento certo para comprar uma empresa fantástica;
  • Entre vários outros.

Ao todo são 55 capítulos divididos em vários temas importantes e relacionados à análise de uma empresa. Principalmente, como diz o título, quanto a análise de balanços.

A leitura em si é bastante didática, focando em uma linguagem simples de ser entendida, também sendo bastante focada e objetiva.

Vale destacar que a metodologia utilizada pelo investidor é bastante baseada na análise fundamentalista, não sendo aplicável no day trade de ações.

O ROE de acordo com “Warren Buffet e a Análise de Balanços”

O ROE (Retorno sobre o patrimônio líquido), do inglês, Return on Equity, é encontrado pela divisão do lucro líquido pelo patrimônio líquido de uma empresa.

Um ROE alto nos diz que a gestão de uma empresa tem alocado corretamente os seus recursos utilizando o capital que o negócio lucra. Um ROE baixo pode indicar o contrário.

Caso esse retorno se mantenha consistente e alto, por exemplo por volta de 30% nas divulgações de balanço, isso indica que a companhia tem potencial de valorização.

Algo que o livro também explica é que a recompra de ações para mantê-las em tesouraria tem como uma de suas consequências o aumento do ROE.

Isso acontece porque o valor referente à recompra de ações sai do patrimônio líquido da empresa. Portanto, um cálculo de ROE com um patrimônio líquido menor e um lucro líquido igual, resulta em um ROE maior.

Essa lógica vale também para o lucro por ação. Porque se o número de ações disponíveis no mercado é menor, mas o lucro líquido é o mesmo, então o lucro por ação é maior.

Qual o momento certo de comprar ações?

Um dos principais pontos abordados no livro é sobre como descobrir o momento certo de comprar ações. Isso de fato é uma análise difícil de ser feita.

Isso porque, as boas ações certamente estarão com um valor alto, então significaria que não estão em um período muito proveitoso para serem adquiridas.

Entretanto, as oportunidades de compra podem aparecer em quedas generalizadas do mercado acionário, e por isso é muito importante estar sempre o acompanhando.

Também podemos esperar que uma ótima empresa cometa algum erro que faz com que seus investidores fiquem pessimistas, gerando baixas nos preços.

Por fim, também há o P/L (Preço / Lucro). Verificá-lo é fundamental. Se ele estiver acima de 40, por exemplo, talvez isso indique que o papel está caro demais.

De maneira geral, vale a máxima de que, quando todos estão pessimistas, esse é o melhor momento de investir e adquirir boas ações de boas companhias.

Um pouco da trajetória do Warren Buffett

Warren Buffett foi sócio de várias empresas ao longo da sua vida, sendo o fundador de algumas muito importantes. Seu dinheiro veio de vários investimentos diferentes.

Durante os anos 50 ele criou a Buffett Partnership. Ltd., uma empresa de investimentos que iniciou com apenas três sócios e uma estrutura bastante modesta.

Em pouco tempo a empresa começou a crescer e, no ano em que ele adquiriu a sua casa de 5 cômodos em que ele reside até hoje, a empresa já possuía cinco sócios.

O sucesso financeiro de Buffett continuou sem parar até que ele se tornou um milionário na década de 60. Eventualmente, com seu capital acumulado, ele se tornou sócio da Berkshire Hathaway.

Essa é a empresa pela qual o empresário é conhecido até hoje, sendo uma das maiores companhias de investimento do mundo.

Vale a pena ler “Warren Buffett e a Análise de Balanços”?

Se você quer aprender um pouco daquilo que o investidor mais famoso do mundo sabe e o fez se tornar um bilionário, então sim, vale a pena ler este livro.

Na realidade o seu conteúdo é bastante útil para investidores de qualquer porte e perfil. Sejam aqueles conservadores ou mesmo aqueles mais agressivos.

Compreender o processo de escolha de uma boa empresa é fundamental para conseguir fazer bons investimentos. Seja para revender as ações depois, ou colher dividendos.

Por fim, Warren Buffet não ficou tão rico por acaso. Ele certamente sabe o que está fazendo e fez. Este livro, por sua vez, é um excelente ponto de partido para entender sua metodologia.

Ver livro na Amazon