O jeito Warren Buffet de Investir” é uma obra literária escrita por Robert G. Hagstrom, sobre a trajetória, vida e tudo que envolve o investidor Warren Buffet.

Warren Buffet, por sua vez, é considerado o guru dos investimentos, o investidor mais bem-sucedido e famoso do mundo. Constantemente figurado na lista das pessoas mais ricas.

Conhecer a trajetória e os métodos de um investidor bem-sucedido, por fim, é sempre uma das melhores formas de aprender a investir corretamente.

Robert G. Hagstrom, autor de “O Jeito Warren Buffet de Investir”

Robert. G. Hagstrom é um autor americano nascido em 1956 e que desde 2014 trabalha como gerente sênior de portfólios de investimento da Equity Compass.

Considerado o maior especialista em “Warren Buffet”, Robert é o autor de “O Jeito Warren Buffet de Investir”, lançado em 1994 e um best-seller com milhões de cópias vendidas.

O interesse de Robert por Warren também está relacionado as próprias atividades do autor, que tem mais de 30 anos de experiência com investimentos.

Antes de entrar na Equity Compass, por exemplo, ele já foi o chefe de investimento estratégico da “Legg Mason Investment Counsel”, onde geriu mais de 7 bilhões em ativos.

Ao todo, Robert já publicou quase uma dezena de livros, e ele também tem bacharelado e mestrado na Universidade Villanova na arte liberal de investimentos.

Resumo de o “Jeito Warren Buffet de Investir”

Primeiramente, Warren Buffett é um megainvestidor bilionário, presidente da Berkshire Hathaway, nascido em 30 de agosto de 1930, Nebraska, nos Estados Unidos.

O livro escrito por Robert faz um resumo muito conciso e detalhado da vida deste investidor, detalhando todos os fatos relevantes como também seu jeito de pensar.

No livro também podem ser vistos vários documentos que atestam as coisas que o investidor fez ao longo da sua vida, dando ainda mais credibilidade à narrativa.

Trata-se de uma obra bastante completa, dividida, por sua vez, em 8 capítulos. Veja um pequeno resumo de cada um deles:

  1. Um evento 5 sigmas: Uma introdução a respeito da trajetória pessoal de Warren ao longo dos anos;
  2. A formação de Warren Buffett: Um resumo a respeito de todas as pessoas que influenciaram o megainvestidor;
  3. Comprando um negócio: Dicas e conhecimentos a respeito de como avaliar um negócio para se tornar sócio;
  4. Compras de ações ordinárias: Um aprofundamento maior a respeito da compra de ações;
  5. Gestão do portfólio de investimentos: Ensinamentos sobre como gerir um portfólio diversificado de investimentos;
  6. A psicologia do investimento: O que um investidor precisa ter em mente no momento de investir é muito importante;
  7. O valor da paciência: Warren Buffet não faz day trade. Ele investe para se tornar sócio e ter ganhos futuros;
  8. O maior investidor do mundo: Um pouco mais sobre a intimidade e a vida pessoal de Buffet e os seus diferenciais como investidor.

Cada capítulo, por conseguinte, é dividido em vários subcapítulos que servem para organizar melhor todo o conteúdo da obra.

Trajetória do Warren Buffett

Desde quando era criança, Warren já mostrava interesse na arte de guardar dinheiro O seu lado empreendedor também era aflorado, sempre tendo ideias para ganhar um trocado.

O pai de Buffet teve uma grande influência nisso, pois ele era corretor da bolsa de valores, que depois se tornou congressista. Isso fez a família se mudar para Washington.

Esse interesse pela bolsa de valores foi algo que pode ser notado desde sua infância, quando ao fazer uma viagem a Nova Iorque, teve vontade de visitar a NYSE.

Nos anos 50 ele então concluiu a universidade, tornando-se assim bacharel em Administração pela Universidade Nebraska-Lincoln.

No restante de sua vida Warren Buffett acabou se tornando sócio de várias empresas, sendo o fundador de algumas. Seu dinheiro veio de investimentos em diversos nichos.

Foi ainda nos anos 50 que ele fundou a Buffett Partnership . Ltd., uma empresa de investimentos que iniciou com apenas três sócios.

O crescimento da empresa então foi natural. No ano em que ele comprou a sua casa de 5 cômodos (que ele reside até hoje), a empresa já contava com cinco sócios.

Na década de 60, já então oficialmente um milionário, com o capital que havia juntado até aquele momento de sua vida, resolveu se tornar sócio-controlador da Berkshire Hathaway.

Crítica ao mercado eficiente em “O jeito Warren Buffett de investir”

Um dos grandes ensinamentos passados neste livro é sobre como Warren Buffett acabou popularizando a “Teoria do Mercado Eficiente” ao observar quedas em alguns papéis seus.

Quem cunhou esse conceito foi Eugene Fama. Mas foi em 1994, quando Buffet precisou mudar o seu portfólio para lidar com algumas perdas, que o conceito se popularizou.

Naquela época o retorno médio da sua carteira foi de mais de 20%, superior aos 9% de empresas que se encontravam em grandes índices de mercado.

O mercado eficiente, por sua vez, prediz que o valor de uma empresa é exatamente a soma de todas as informações que estão disponíveis no mercado naquele momento.

Warren, todavia, não acredita nela, pois ela basicamente diz que investir é uma questão de sorte e não se pode fazer nada para vencer o mercado.

Esse pensamento é o completo oposto daquilo que Buffett fez a sua vida inteira, conseguindo vencer os índices com base em análises fundamentalistas e sérias.

Vale a pena ler o “O jeito Warren Buffet de Investir”?

Para qualquer investidor, novo ou velho, que esteja procurando informações importantes sobre metodologia de investimento, esse livro é uma excelente fonte de informações.

Algo que ele também ensina é sobre os 4 princípios para a realização de um investimento, que são eles:

  1. Princípio de Negócios;
  2. Princípios de Gestão;
  3. Princípios Financeiros;
  4. Princípios de Mercado.

Esses princípios devem ser a base de qualquer tipo de investimento. E se sempre forem seguidos à risca, podem garantir maiores retornos ao investidor.

Por outro lado, de nada adianta ler este livro e não pôr em prática os seus ensinamentos. Mas tampouco espere conseguir rápidos retornos ou mesmo retornos garantidos.

Investir é uma atividade que requer paciência e muito estudo. Paciência e estudo são justamente duas características que definem Warren Buffet, permeando toda sua trajetória.

Ver livro na Amazon