Marks fala como os mercados operam de forma cíclica, por vezes subindo e atingindo pontos extremos, e em outros momentos atingindo níveis tão baixos e deprimidos. Esse movimento cíclico está sempre em movimento, e tem como influência diversos outros ciclos e fatores.

Howard argumenta que é impossível prever o futuro. Quem tenta, quando acerta é devido a meta sorte ou aleatoriedade. Portanto, o importa não é prever, mas identificar em que ponto do ciclo estamos. E isso envolve em muito, prestar atenção no que ele pontua como pêndulo, que são os sentimentos dos agentes participantes.

Ver livro na Amazon