Escrito por:

Marjoel Moreira

A Klabin (KLBN11) informou nesta quarta-feira (20), que aprovou a construção de uma nova unidade de papelão ondulado, chamado de Projeto Figueira.

O projeto será implementado na cidade de Piracicaba, em São Paulo.

O investimento no Projeto Figueira totaliza R$ 1,57 bilhão, incluindo cerca de 200 milhões de impostos recuperáveis. O desembolso acontecerá entre os anos de 2022 e 2024 e será financiado pela posição de caixa da companhia.

Segundo a companhia, o site possui localização estratégica, 950 mil m² e condições de receber futuros projetos de produção de papel reciclado e capacidade adicional de papelão ondulado.

O escopo do Projeto Figueira contempla a instalação de 2 onduladeiras, 9 impressoras, além de toda infraestrutura e áreas de apoio do site.

A capacidade de produção anual da nova unidade de Piracicaba será de 240 mil toneladas de papelão ondulado.

Após otimizações dos ativos atuais, a capacidade líquida incremental de papelão ondulado da Klabin será de aproximadamente 100 mil toneladas por ano.

Com este projeto e a adição de capacidade do Projeto de Horizonte a capacidade nominal de conversão de papelão ondulado da Klabin será de aproximadamente 1,3 milhão de toneladas por ano, explicou a Klabin.

O início do projeto está previsto para o segundo trimestre de 2024.

"O Projeto Figueira está alinhado ao plano de crescimento da Klabin e reforça sua crença no mercado brasileiro, em especial de embalagens de papelão ondulado, seu compromisso de criação de valor sustentável para todos os stakeholders e a confiança no seu modelo de negócio integrado, diversificado e flexível", afirmou a Klabin.


Clique aqui para entrar no nosso canal do Telegram e ter acesso aos nossos conteúdos em primeira mão.