Escrito por:

Marcilio Lima

A Cielo (CIEL3), fechou o segundo trimestre de 2022 com lucro líquido de R$ 635 milhões.

O crescimento é de 252,2% maior que o 2T21, e 244,1% maior que 1T22.

O resultado foi impulsionado por fatores não recorrentes.

Como a venda da MerchantE, realizada em abril, o impacto de R$ 282,3 milhões positivo.

Também houve impairment (baixa no valor contábil de ativos) de softwares e a reestruturação do canal lojas, tiveram impacto negativo.

É o melhor desde o quarto trimestre de 2018.

Sem este efeito não-correntes, a Cielo (CIEL3) teve lucro líquido de R$ 375,9 milhões, sendo 79,6% maior que 2T21, e 57,8% superior ao 1T22.

O Ebitda foi de R$ 1,2 bilhão, 103,7% maior que 1T22.

Em base recorrente, a alta de 57,5% em um ano.

A receita líquida foi de R$ 2,5 bilhões, um recuo de 9,7% em relação 2T21.


Clique aqui para entrar no nosso canal do Telegram e ter acesso aos nossos conteúdos em primeira mão.