FIIs BCRI BCRI11

Banestes Recebíveis Imobiliários

Conheça Banestes Recebíveis Imobiliários fii BCRI

Banestes Recebíveis Imobiliários é um fundo imobiliário de capital aberto negociado na bolsa de valores brasileira, suas cotas são negociadas através do ticker BCRI.

TIPO Papel

SEGMENTO CRIs

CNPJ

PÁGINA NA B3Ver site ⇨

MANDATO

GESTÃO

PÚBLICO

O Fundo de Investimento Imobiliário BCRI11, Banestes Recebíveis Imobiliários FII, é um FII do tipo papel. Seu principal foco é gerar rentabilidade crescente ao cotista ao alocar capital em ativos de títulos de dívida imobiliária, sobretudo os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

A composição do FII BCRI11 comumente corresponde à maior parte em alocações em CRI, mas também investe em cotas de outros FII, Fundos de Investimentos (FI) e em Títulos Públicos.

Aspectos Relevantes do FII BCRI11

O FII BCRI11 entrou em vigor em 2015 e atua sob prazo indeterminado. Além da alocação de capital em CRI, o FII também se ocupa em investir em Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letras Hipotecárias (LH), cotas de outros Fundos, cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), ativos de Renda Fixa e debêntures.

O FII BCRI11 é administrado pelo Banco Fator S.A., organização financeira que é uma instituição qualificada e permitida pela CVM para administrar carteiras de investimento, valores mobiliários e Fundos de Investimento. A gestão do fundo é responsabilidade da instituição Banestes Distribuidora e a consultoria, por sua vez, da Fator Administração de Recursos (FAR).

O benchmark do FII BCRI11 está em IGP-M + 6% ao ano. Apesar de ser uma estimativa alta, o Banco Fator S.A. afirma que isso não deve ser visto como promessa, pois o mercado de FII é extremamente volátil, para mais e para menos.

O regulamento do FII BCRI11 impõe limitações de acordo com o emissor dos títulos nos quais aloca capital. Quando o emissor é uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central, é permitido investir 20% do patrimônio; quando a companhia é aberta ou para Fundos de Investimentos, 10% para cada; e finalmente 5% para pessoas físicas ou jurídicas. Não há limites para exposição do FII quando a União é o emissor.

Se a sua dúvida é sobre algum ativo, pesquise-o na caixa de busca e verifique se a sua dúvida já foi respondida por algum membro da comunidade.