Ações CBA CBAV3

Companhia Brasileira de Alumínio

CBA, Companhia Brasileira de Alumínio, é uma das maiores empresas de alumínio do Brasil e da América Latina. Com mais de 80 anos de atuação no setor. A Votorantim é seu principal acionista. Possui instalações em 5 estados brasileiros. Ver mais

Conheça CBA ações CBAV3

A CBA é uma empresa de capital aberto com ações listadas na bolsa de valores brasileira, elas são negociadas através do ticker CBAV3 na B3.

Indicadores CBAV3

  • CotaçãoR$ 12,15

  • P/L5,94

  • LPA2,04

  • P/VPA1,33

  • VPA9,15

  • DY2,38%

A Companhia Brasileira de Alumínio, também conhecida como CBA, ações CBAV3, é uma empresa atuante com base no alumínio e com produtos gerados a partir dele. Em linhas gerais, a CBA atua em toda a cadeia de produção que envolve o alumínio, desde as atividades de mineração até a transformação do alumínio em produtos primários ou produtos transformados, como identificados pela empresa.

Conforme mencionado, a CBA produz tanto produtos primários quanto transformados e, com base em suas atuações, a companhia atende a diversos setores da economia nacional.

Em complemento, é veementemente destacado, no portal de relações com investidores da Companhia Brasileira de Alumínio, o forte compromisso da firma com princípios de inovação e sustentabilidade em seus processos de atuação.

Com base nisso, em um primeiro momento, a companhia adere aos princípios ESG (Enviromental, Social and Governance – Ambiental, Social e Governança em português), que possuem destaque crescente no mercado de capitais, assim como adota medidas em prol de maior independência energética e menores emissões de carbono, por exemplo.

A trajetória da Companhia Brasileira de Alumínio (CBAV3)

A trajetória da companhia teve início do ano de 1941, na cidade de Poços de Caldas (MG). Nesse primeiro momento, a empresa era atuante, exclusivamente, com atividades de mineração. Entretanto, apenas no decorrer do ano de 1955 a atual CBA (ações CBAV3) foi fundada, como uma companhia focada em atividades que envolvem o alumínio, conforme evidenciado pelo nome da empresa.

Durante o início da década de 1970, especificamente no ano de 1973, a história da CBA foi marcada pela conquista da liderança da CBA no mercado brasileiro. De modo geral, no ano em questão a Companhia Brasileira de Alumínio se consolidou como a maior produtora de alumínio do Brasil, responsável por, aproximadamente, 30% da produção nacional de alumínio.

Em complemento, no ano seguinte, em 1974, a companhia iniciou um movimento em prol de possuir maior independência energética e de possuir uma operação a partir de energia limpa. Tal movimento foi caracterizado pelo início das operações da primeira usina hidrelétrica gerenciada pela CBA, em prol de fornecer energia elétrica para alimentar as operações da empresa.

Em seguida, no decorrer da década de 1980, novos marcos na trajetória da companhia evidenciaram seu elevado empenho para a expansão dos negócios. A partir da atuação da empresa em expandir-se, no ano de 1986 a Companhia Brasileira de Alumínio (CBAV3) já era figurante entre as maiores empresas produtoras de alumínio em um cenário mundial. Apesar disso, o crescimento da companhia seguiu firmemente nos anos que se seguiram.

Logo no início da década de 1990, pontualmente no decorrer do ano de 1992, foram expandidas as atividades de mineração. Dessa forma, tornou-se possível viabilizar um crescimento na produção da CBA, como um todo.

Conforme o início da década de 2000, a trajetória da CBA foi marcada de maneira mais intensa por meio de projetos e diretrizes com o objetivo de garantir uma produção mais sustentável do alumínio. Em geral, um dos principais destaques nesse mérito se trata da fundação do Instituto Votorantim, um instituto em nome do grupo controlador da empresa, assim como da definição de princípios de sustentabilidade na atuação da firma.

Alinhada aos princípios de sustentabilidade, a CBA operava, durante o ano de 2006, a maior fábrica de alumínio de toda a América Latina. Além disso, em 2008, ocorreu uma nova expansão da mineração da bauxita, a matéria-prima do alumínio, no estado de Minas Gerais.

Em sequência na história da CBA, a década de 2010 foi caracterizada por um período de crescimento da companhia, preservando os princípios ESG e atuando em prol de um maior alinhamento das operações à digitalização, que é uma tendência predominante na maioria dos setores da economia mundial, inclusive na indústria.

A partir dos compromissos de desenvolvimento sustentável, estabelecidos pela gestão da companhia, a CBA recebeu, durante a década, diversas certificações que reconhecem o mérito de sustentabilidade da empresa.

Adicionalmente, ainda na década de 2010, a empresa realizou uma significativa aquisição estratégica, da companhia Metalex. De modo genérico, a Metalex era atuante com a transformação de sucata em alumínio.

A relação da CBA com o mercado de capitais nacional se intensificou durante o ano de 2021. No ano em questão, as ações da CBA tornaram-se listadas, por meio da oferta pública (IPO) das mesmas, na bolsa de valores brasileira, a B3. A partir disso, a companhia é presente na B3 através do código de negociação CBAV3.

A Companhia Brasileira de Alumínio (CVAB3) atualmente

Nos dias atuais, a CBA (código de negociação CBAV3) é uma empresa atuante com soluções relacionadas ao alumínio. A CBA é presente em toda a cadeia de produção do alumínio, desde a mineração da bauxita (matéria-prima do alumínio) até o tratamento do alumínio com o objetivo de transformá-lo em produtos primários ou transformados, nomenclatura adotada pela empresa para caracterizar produtos em estágio mais avançado de produção.

Assim sendo, com base em ambas as categorias de produtos gerados pela CBA, tem-se como exemplo os produtos a seguir:

  • Produtos primários: bauxita, alumina, vergalhões, tarugos, lingotes, entre outros;
  • Produtos transformados: rolos de alumínio, chapas, telhas, folhas, entre outros; 

Em complemento, a CBA é presente, no território nacional, por meio de plantas industriais, locais dedicados à mineração, unidades administrativas, usinas hidrelétricas e reservas ambientes. Dessa forma, a companhia se faz presente, atualmente, em um total de 7 estados brasileiros.

Como anteriormente mencionado, a companhia atende, por meio de suas operações, a uma ampla gama de setores de economia. Como exemplo, têm-se os setores a seguir:

  • Setor automobilístico; 
  • Setor de construção civil;
  • Setor de embalagens;
  • Setor de bens de consumo;
  • Setor de transportes; 
  • Entre outros; 

Adicionalmente, é importante destacar o, anteriormente citado, compromisso da Companhia Brasileira de Alumínio com um desenvolvimento inovador e sustentável das atividades da empresa.

Em um primeiro momento, a companhia possui o objetivo de produzir alumínio com baixas emissões de carbono em seu processo produtivo. Nesse sentido, uma das principais iniciativas da empresa se trata do uso de usinas hidrelétricas de operação própria em prol de alimentar, energeticamente, as operações da empresa.

Em complemento, a partir da década de 2010, conforme mencionado previamente, a CBA adotou uma maior digitalização de suas atividades. Dessa forma, a empresa se mostra em alinhamento com as tendências de evolução do mercado, assim como utiliza tal tendência favoravelmente, para otimizar suas atividades e processos.

CBA na Bolsa de Valores

A Oferta Pública Inicial (IPO) das ações da CBA ocorreu em 2021 e suas ações podem ser negociadas por meio das ações CBAV3, que são suas ações ordinárias.

Itens importantes de analisar para as ações da CBA é o free float e o tag along.

O free float é o percentual de ações da CBA que está em livre circulação na bolsa de valores. Quanto maior esse número, melhor, por que quanto mais ações disponíveis para negociação, aumenta o interesse de mais investidores, impactando a liquidez da empresa, e atualmente, 24,12% das ações CBAV3 de CBA estão em livre circulação no mercado.

Já o tag along representa o direito, em caso de venda das ações do sócio controlador, de vender suas ações junto, podendo receber os mesmos valores que o acionista majoritário em caso de tag along de 100%. No caso de CBAV3, o tag along é de 100%.

Em termos de governança corporativa, as ações CBAV3 estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, que representa o mais alto nível de governança corporativa. Como resultado, CBA possui uma série de práticas que devem ser seguidas para aumentar a transparência e consistência das informações e a proteção de seus acionistas, incluindo minoritários, assim caracterizando.

Como declarar ações CBAV3?

Para declarar as suas ações da CBA no Imposto de Renda (IRPF), siga os seguintes passos:

  • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
  • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
  • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso de ações, escolha "105 - Brasil";
  • No campo do CNPJ, digite "61.409.892/0001-73";
  • Depois, em discriminação, coloque o código da ação e a quantidade de ações, por exemplo "CBAV3 - QUANTIDADE: 1000";
  • No final, coloque o valor total investido no campo "Situação em 31/12".

As ações da CBA pagam dividendos?

Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos da CBA na aba "dividendos" aqui na página da empresa.