Ações CSU Cardsystem CARD3

CSU CardSystem SA

CSU é líder no segmento de processamento de cartões de crédito e é detentora de um dos maiores call centers do país, considerando o número de posições de atendimento. Ver mais

Conheça CSU Cardsystem ações CARD3

A CSU Cardsystem é uma companhia de capital aberto que negocia suas ações na bolsa de valores brasileira, elas são negociadas sob o código CARD3 na B3.

Indicadores CARD3

  • P/L8,18

  • LPA1,51

  • P/VPA1,46

  • VPA8,47

  • DY6,61%

A CSU Cardsystem  é uma empresa brasileira de capital aberto, criada em 1992, com sede na cidade de Barueri, no estado de São Paulo.

A atividade comercial que a companhia oferece pode ser resumida em serviços de processamento de pagamento, marketing, atendimento e de bank as a service (BAAS).

Essas soluções, por sua vez, são segmentadas em quatro tipos diferentes de produtos. São eles:

  • Csu.Cardsystem: Para o processamento de meios de pagamento eletrônicos, permitindo o cliente emitir o seu próprio cartão;
  • Csu.Marketsystem: Ferramentas e estratégias de marketing; e-commerce; programas de fidelidade e incentivo e etc;
  • Csu.Contact: Um sistema completo de atendimento a clientes, incluindo serviços de SAC até cobrança;
  • Blue C. Technology: Essa é a solução de bank as a service oferecida pela empresa.

Para conseguir dar conta da sua produção, a empresa possui uma equipe com mais de 6 mil colaboradores nas cidades de São Paulo, Alphaville, Recife e Belo Horizonte.

O seu público-alvo são outras empresas, independente de serem grandes ou pequenas. Um dos diferenciais da CSU Cardsystem é que ela é capaz de personalizar seus serviços dependendo da demanda.

Vale destacar que a companhia também administra o Instituto CSU, que oferece cursos de capacitação na área da informática para a comunidade local.

História

A empresa CSU Cardsystem começou a sua história no ano de 1992, graças ao empresário Marcos Ribeiro Leite. Inicialmente uma empresa fechada chamada de CardSystem Ltda.

Inicialmente a empresa oferecia apenas um tipo de solução, que era o processamento de pagamento. Por outro lado, esse era um serviço que não existia de forma eficiente no Brasil.

Quatro anos após a sua fundação a CSU já havia conseguido se tornar a primeira empresa do Brasil a trabalhar com as bandeiras de cartão Visa, Mastercard e American Express.

No ano seguinte, o rápido crescimento da companhia atraiu capital privado. Concomitante à aquisição da UPSI Informática, foi criada então a CSU Cardsystem S.A.

A partir do ano 2000 a companhia trouxe ao mercado uma solução conhecida como MaketSystem, que a princípio apenas oferecia auxílio para programas de fidelidade.

Outra solução seria apresentada pela companhia no ano de 2001, dessa vez era a TeleSystem (CSU.CONTACT), exclusiva para os clientes da CardSystem.

O ano de 2005 se mostrou como um grande marca para a companhia, que naquele ano foi considerada a maior processadora de cartões de crédito da América Latina.

No ano seguinte, outra grande conquista foi a sua abertura de capital na bolsa de valores, sendo a primeira empresa do seu segmento a ser listada como Novo Mercado.

A partir de 2006 a companhia começou a focar na expansão dos seus serviços e das suas operações, o que culminou na aquisição de grandes clientes e novas soluções.

Na década que seguiu a empresa continuou o seu crescimento orgânico oferecendo soluções de grande qualidade e fechando novos negócios. 

Eventualmente, no ano de 2017 ela bateu um recorde em todos os seus principais indicadores financeiros. Quatro anos depois iniciaram-se as atividades da Blue C Technology de serviços de BAAS.

CSU Cardsystem na Bolsa de Valores

A Oferta Pública Inicial (IPO) das ações da CSU Cardsystem ocorreu em 2006 e suas ações podem ser negociadas através das ações CARD3, que são suas ações ordinárias.

Itens importantes a serem analisados para as ações da CSU Cardsystem é o free float e o tag along.

O free float é a quantidade de ações da CSU Cardsystem que está em livre circulação, então quanto maior esse número for, melhor, pois quanto mais ações disponíveis para negociação, aumenta o interesse de mais investidores, impactando a liquidez da empresa, e atualmente, 43,58% das ações CARD3 de CSU Cardsystem estão em livre circulação no mercado.

Já o tag along significa o direito, em caso de venda das ações do sócio controlador, de vender suas ações em conjunto; no caso de tag along de 100%, podem ser recebidos os mesmos valores do acionista majoritário. No caso de CARD3, o tag along é de 100%.

No ponto da governança corporativa, as ações CARD3 estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, que representa grau máximo de governança corporativa. Como resultado, CSU Cardsystem possui uma série de práticas que devem ser seguidas para aumentar a transparência e consistência das informações e a proteção de seus acionistas, incluindo minoritários, assim caracterizando.

Como declarar ações CARD3?

Para declarar as ações da CSU Cardsystem no Imposto de Renda (IRPF), siga os seguintes passos:

  • Você deve entrar no item "Bens e Direitos" e selecionar o código "03 - Participações Societárias";
  • Depois, selecione o código "01 - Ações (inclusive as listadas em bolsa)";
  • Depois, em localização, escolha o país do seu investimento, no caso de ações, escolha "105 - Brasil";
  • No campo do CNPJ, digite "01.896.779/0001-38";
  • Depois, em discriminação, coloque o código da ação e a quantidade de ações, por exemplo "CARD3 - QUANTIDADE: 1000";
  • No final, coloque o valor total investido no campo "Situação em 31/12".

As ações da CSU Cardsystem pagam dividendos?

Você pode consultar a agenda dos próximos pagamentos de dividendos e o histórico de dividendos da CSU Cardsystem na aba "dividendos" aqui na página da empresa.